Qual a melhor data para comprar passagens aéreas?


Preços médios em relação a antecedência da compra (fonte: Cheapair)

Como sabemos, os preços das passagens aéreas de um aeroporto A para B variam segundo diversos fatores. Um destes fatores é o tempo entre a data da reserva e a data da viagem. Há outros fatores também como o horário do vôo, se a data da viagem cai num feriado ou num evento importante naquela cidade, etc. Diante disso, um questionamento muito comum entre os viajantes é qual a melhor data para comprar passagens aéreas.


O site "Cheapair" revelou os "números mágicos" para os vôos domésticos no mercado americano. O site monitorou mais de 4 milhões de viagens em 2013, considerando compras com antecedência variando de 320 dias até o dia anterior da viagem, resultando num banco de dados de mais de 1,3 bilhões de tarifas aéreas.

O estudo chegou à conclusão de que, em média, a melhor data para aquisição das passagens aéreas é 54 dias antes da viagem ou 7 semanas e meia antes

O pior dia para comprar passagens aéreas foi o último antes da viagem, derrubando o mito de que vale a pena aguardar até a última hora para comprar as passagens.

Outra conclusão do estudo foi que não se deve comprar passagens aéreas no período de 2 semanas antes do vôo. Isso porque, conforme se mencionou, a um dia antes do vôo, o preço é o mais elevado. A dois dias antes do vôo, o preço é o segundo mais alto, assim por diante, até o 13° dia antes do vôo, que é o 13° pior preço.

O estudo observa que os preços médios começam a cair a partir de aproximadamente 225 dias antes do vôo. No período de 104 a 30 dias antes, os preços médios ficam em torno de 10 dólares acima do preço médio mínimo (vide gráfico). 

Isso sugere uma janela de compra, ou seja, não se deve comprar nem muito antes, nem muito próximo do vôo.

Estas conclusões, ressalte-se, aplicam-se apenas para os vôos domésticos nos Estados Unidos.

Ademais, o estudo leva em conta os preços médios. Portanto, para trechos específicos, as melhores datas podem não ser aplicáveis. E a volatilidade dos preços pode ser muito grande: em média, há 92 mudanças de preço entre o momento em que os vôos começam a ser vendidos e a data do vôo. As flutuações de preço podem ocorrer até 135 vezes neste período, como exemplifica o vôo de Nova Iorque para Miami, pesquisado pelo site Cheapair.

Neste contexto, o que o site recomenda é que os viajantes consultem os preços frequentemente e tão logo o viajante saiba que vai viajar.

Desta forma, o viajante passa a conhecer o mercado daquela viagem desejada, permitindo conhecer quando se está diante de um preço bom ou não.

Esta também é a nossa recomendação. Além disso, tão logo se observe que está diante de um preço bom, compre. As tarifas boas podem durar pouco tempo. 

Apesar de não refletir exatamente as condições do mercado brasileiro e da sua viagem específica, os períodos mencionados podem ser usados como uma referência para começar a buscar as passagens aéreas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com