Santorini, Grécia - Dia 1



Após um voo de 35 minutos a partir de Atenas (Aegean Air), chegamos a Santorini!  Sabe aquela sensação de estar realizando um sonho?  Pois é!


Desembarque no Aeroporto de Thira (JTR)

Santorini é uma ilha principal de um pequeno arquipélago de forma circular. A ilha é oficialmente chamada Thira (Firá). A municipalidade de Santorini abrange, além desta ilha principal, a ilha de Thirasia, habitada, e as ilhas não-habitadas de Nea Kameni, Palaia Kameni, Aspronisi e Christiana. O arquipélago de Santorini é essencialmente o que restou depois de uma gigantesca erupção vulcânica que destruiu os primeiros assentamentos humanos que existiam na antiga ilha e que criou a caldeira geológica atual. (Fonte: Wikipedia).

Havíamos pensado em pegar um ônibus do aeroporto para Fira, uma vez que é barato (1,80 Euros) e confortável (como os ônibus intermunicipais no Brasil). Entretanto, teríamos que esperar 1 hora e eu queria logo desfrutar daquela vista famosíssima!


Horário dos ônibus locais em Santorini

Optamos pelo taxi! Fomos para a fila, mas estava imensa e os taxistas estavam escolhendo quem queriam levar e, ainda, dividiam os taxis com outros passageiros sem nosso consentimento (mas é claro que cobrando o valor integral).

Sorte! Fomos escolhidos rapidamente! J Dividimos o taxi com um casal que ia para Oía (pronuncia-se “ía”) e pagamos pela nossa parte do trajeto, que foi de no máximo 10 minutos: 18 Euros. Muito Caro!



Hotel Atlantis: excelente opção de hospedagem

Nosso hotel, o Atlantis Hotel, era muito bom localizado, ao lado da “Big Church” de Fira (A catedral metropolitana ortodoxa). Deixamos a mala e corremos para ver a vista. Uauuu! Santorini é um daqueles lugares que você tem mesmo que conhecer!




Almoçamos na Taverna Elia. Não vou me deter explicando como chegar lá, pois a comida era apenas razoável. O Tzatsiki era maravilhoso, o melhor que comi. Mas ninguém vai a um restaurante apenas pela entrada!


Tzatsiki é um tira-gosto típico da culinária grega ou turca, feito de iogurte, de pepino e alho. O Tzatsiki na Turquia é conhecido como Cacik. O prato também está presente em outros países e pode sofrer variações quanto a sua consistência e quanto às ervas e especiarias adicionadas (Fonte: Wikipedia).

Passamos o resto do dia nos perdendo nas vielas de Fira, apreciando o artesanato local feito com pedras vulcânicas e pedra-pomes, além de nos deliciarmos com o sorvete de iogurte (Chillbox Frozen Yogurt). O sorvete em si, não deixa nada a desejar em sabor em relação aos que temos no Brasil. Mas as coberturas! Davam um toque especial!




Continuamos subindo em direção a Firostefani para apreciarmos o Por do Sol. Sentamos em um bar, pedimos champanhe, e nem sei como descrever: espetáculo da natureza… veja pelas fotos!





Jantamos no Assyrtico. Excelente comida. Excelente Atendimento. Ingredientes de qualidade! Pedi um Chicken Giuvetsi e meu marido comeu um risoto de cogumelo (mushroom risotto) divino. 



Assyrtico: Risoto de Cogumelo


O Assyrtico fica na ruazinha que passa atrás da Igreja principal de Fira. Fácil de achar! Cada prato custava em média 15 Euros. Se quiser uma comida mais requintada e com preço acessível, essa é a sua escolha.



Assyrtico: Chicken Giuvetsi

No primeiro dia, compramos 3 passeios em Santorini pela Kamari Tours. Descreverei cada um deles nos próximos posts. 

Segundo dia em Santorini: Clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com