Comprar passagens com dinheiro ou com milhas aéreas?




Uma dúvida muito comum entre os viajantes é se compram as passagens aéreas com dinheiro ou com milhas aéreas. Neste artigo, damos algumas dicas simples para você tomar esta decisão.


A regra geral é optar pela solução mais barata.  Óbvio, né?

E para fazer esta comparação, você deve converter a quantidade de milhas necessárias em dinheiro com base no preço das milhas negociado no mercado. 

Mas, não se esqueça de acrescer aos valores todas as taxas envolvidas (especialmente as de serviço eventualmente cobradas pela emissão das passagens com pontos).

Como saber o preço das milhas negociado no mercado? Você pode consultar sites de compra e venda de milhas para ver a cotação das suas milhas.


Lembre-se: apesar de livremente negociadas, a compra e venda de milhas é proibida pelos regulamentos dos programas de fidelidadeAs milhas de determinados programas de fidelidade valem mais do que as de outros. Uma pesquisa feita no Brasil constatou que as milhas do Programa Amigo são as mais valiosas no Brasil, enquanto as do programa Smiles são as menos valiosas no mercado.

Um jeito fácil de fazer esta comparação é utilizando o site Maxmilhas.




Basta inserir o(s) trecho(s) e data(s) a ser(em) voado(s) e o site lhe informa se é mais vantajoso comprar passagens com pontos ou com dinheiro na própria companhia aérea.



Pode-se constatar na figura acima que alguns voos são mais vantajosos para aquisição com milhas e outros na própria companhia aérea com dinheiro. 

Fique atento! Em viagens internacionais de longa duração, você deve incluir os trechos de ida e volta, para fazer tal comparação. Saiba mais: http://goo.gl/nRONfN

Além do “preço”, outros fatores também deverão ser levados em conta.

1. Prazo de Expiração das Milhas

Se suas milhas estão para expirar, você deve optar por comprar as passagens com milhas, ainda que esta opção seja a menos vantajosa.

2. Voos internacionais de Longa Duração

Se for adquirir voos internacionais de longa duração, você deve comprar tanto a passagem de ida, quanto a de volta com a mesma “moeda” (milhas ou dinheiro). Não adianta comprar a ida barata com pontos e pagar caro pela volta com dinheiro.

3. Acumular pontos e Mudança de Categoria

Você deve colocar na equação a quantidade de pontos que irá ganhar com a viagem. E, ainda, deve levar em conta se estes pontos são necessários para a mudança de categoria no programa de fidelidade. Muito importante! 

Se a diferença de “preço” for pequena e as suas milhas puderem ser mais bem utilizadas em outra ocasião, deve  optar por adquirir as passagens com dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com