Dúvidas: O que é stopover?



Stopover é um termo em inglês que significa uma breve parada em uma cidade durante uma viagem mais longa.

Quando você viaja por uma companhia aérea estrangeira (cujo hub/sede é na cidade B) com destino a um terceiro pais (cidade C), é muito provável que você tenha que fazer uma conexão em B, antes de chegar ao seu destino final (cidade C). Ou seja, terá que fazer um voo entre A e B e depois entre B e C.

Por exemplo, vou de Brasília para Milão, na Itália, pela companhia portuguesa TAP, cuja sede/hub é em Lisboa.  Você terá que fazer dois voos: Brasília (BSB) – Lisboa (LIS) e Lisboa (LIS) - Milão (MIL).

Outro exemplo: vou de São Paulo para Moscou pela companhia alemã Lufthansa. Para isso, tenho que fazer o trajeto com conexão em Frankfurt (FRA), ou seja, dois voos: São Paulo – Frankfurt e depois Frankfurt – Moscou.

Nestas ocasiões, vale à pena cogitar em fazer um “stopover” na cidade de conexão. 

Além de tornar a sua viagem menos cansativa, é uma oportunidade de conhecer uma outra cidade pela qual você necessariamente terá que passar.




Para fazer o stopover, deverá utilizar a opção “Multicity”,  "Multi-cidades" ou "Várias Cidades", quando for comprar a sua passagem. Veja o exemplo:

Dia 1/3: São Paulo (GRU) – Frankfurt (FRA)
Dia 5/3: Frankfurt (FRA) – Moscou (MOW)
Dia 15/3: Moscou (MOW) – São Paulo (GRU)

O stopover é muito importante para voos muito longos, como os com destino à Ásia. Além de tornar sua viagem menos cansativa, você minimiza os efeitos da diferença de fuso horário.

Você pode fazer o stopover na ida ou na volta, ou, ainda, na ida e na volta.

E as empresas aéreas cobram pelo Stopover?

Depende muito da companhia. Algumas companhias cobram, outras não.

Observe os seguintes exemplos...

I. Emirates



Sem stopover. R$ 4.052,00

Dia 1/3. São Paulo (GRU) – Hong Kong (HKG)
Dia 17/3. Hong Kong (HKG) – São Paulo (GRU)




Com stopover. R$ 4.100,00

Dia 1/3. São Paulo (GRU) – Hong Kong (HKG)
Dia 13/3. Hong Kong (HKG) – Dubai (DXB)
Dia 17/3. Dubai (DXB) – São Paulo (GRU)

II. Qatar Airways




Sem stopover. R$ 4.716,88

Dia 1/3. São Paulo (GRU) – Hong Kong (HKG)
Dia 17/3. Hong Kong (HKG) – São Paulo (GRU)




Com stopover. R$ 5.294,00

Dia 1/3. São Paulo (GRU) – Hong Kong (HKG)
Dia 13/3. Hong Kong (HKG) – Doha (DOH)
Dia 17/3. Doha (DOH) – São Paulo (GRU)

Portanto, nos exemplos, você pode constatar que a Emirates permite stopovers, sem acréscimo significativo no preço da viagem (aprox. R$ 50,00). Com a Qatar Airways, o acréscimo de preço é bem significativo (aprox. R$ 500,00).

*É possível que as empresas cobrem tarifas aeroportuárias em razão do stopover.

Outras empresas que permitem Stopover sem acréscimo no preço:

TAP



A Tap faz uma promoção especial “Descubra Portugal no meio do Caminho” e permite stopovers de até 72 horas.

Leia aqui.


KLM 

A empresa oferece uma parada gratuita em Amsterdã na ida e outra na volta por bilhete, para voos originados do Brasil, para todas as classes de reserva.

Leia aqui.


Turkish Airlines

É possível fazer paradas em Istambul, com pequenos acréscimos nos preços. Não deixe de fazer uma simulação!

Etihad

Oferece oportunidades para stopover em Abu Dhabi e em Dubai. 

Para saber mais, leia aqui.

Icelandair

A empresa oferece stopover de até 7 dias em Reykjavik (KEF). 

Saiba mais, leia aqui.

Singapore Airlines 

A empresa oferece stopovers em Cingapura com hotel e transfers (aeroporto-hotel-aeroporto) a partir de 65 SGD (dólares de Cingapura).

Leia aqui.

De qualquer forma, para qualquer companhia, a dica é sempre fazer a simulação, pode ser que o acréscimo nos preços não seja tão significativo e a uma parada intermediária pode ser a oportunidade de conhecer outro destino turístico e de tornar uma viagem longa mais agradável. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com