Trekking no Vale do Pati, Chapada Diamantina



O Vale do Pati, na Chapada Diamantina, é um dos lugares mais lindos do Brasil para se fazer trekking. É apreciado por pessoas do mundo todo pelas suas belezas naturais.

Localizado no coração da Chapada, o Vale pode ser visitado em qualquer época do ano. Entretanto, cada estação tem sua peculiaridade. 

De novembro a março, na estação das chuvas, você pode encontrar as cachoeiras mais cheias e bonitas, porém, pode não ser muito agradável caminhar embaixo d’água! Para quem gosta de tranquilidade, a melhor época é após o Carnaval.


As principais rotas que o levam para o Vale do Pati partem das cidades de Guiné, Capão ou Andaraí, na Bahia. Na minha opinião, a melhor porta de entrada é Guiné.

Dependendo do seu local de partida e do roteiro escolhido você poderá apreciar diferentes paisagens e pontos turísticos, além de encontrar diversos níveis de dificuldade na sua caminhada. 

Por isso, antes de viajar, leia as dicas elaboradas pelo nosso amigo Júnior, guia de trekking na região:

O que levar?

Lembre-se que vai caminhar bastante. Por isso, leve apenas o essencial:

- mochila de ataque
- óculos de sol
- chapéu
- lanterna
- maquina fotográfica ( paisagens imperdíveis)
- cantil
- protetor solar, repelente e items de higiene ( tamanho mini é claro!)
- roupas leve
- capa de chuva
- roupa para banho e toalha pequena (para aproveitar rios e cachoeiras)
- botas ou tênis resistente para caminhada
- chinelo para descanso

Não se esqueça de avisar ao seu guia se tem alergia a algum alimento ou medicamento!

Roteiros

Os trekkings podem levar de 2 a 6 dias dependendo do preparo físico do grupo e do que se deseja visitar.  


É sempre importante contratar um guia, pois, além de conhecerem bem a região e as trilhas, eles podem auxiliar em situações imprevistas, tais como, cobras no caminho ou rios muito cheios para atravessar.

Abaixo segue uma sugestão de passeios, dependendo do número de dias disponíveis. Em média, caminha-se de 7 a 10 km por dia, com níveis de dificuldade diferentes.

1 dia
Cachoeirão (por cima)


2 dias
Cachoeirão (por cima)
Cachoeira do funil

3 dias
Cachoeirão (por cima)
Cachoeira do funil
Morro do castelo ou Cachoeira do Calixto

4 dias
Cachoeirão (por cima)
Cachoeira do funil
Morro do castelo
Cachoeira do Calixto

5 dias
Cachoeirão (por cima)
Cachoeira do funil
Morro do castelo
Cachoeira do Calixto
Cachoeirão (por baixo)

A travessia do vale é feita em 5 ou 6 dias. 

Além de apreciar todos esses pontos citados acima, você pode terminar o seu passeio em Andaraí, cidade histórica onde houve exploração de diamantes no século passado.
Afinal, estamos na Chapada Diamantina!

Hospedagem

As noites são passadas nas casas dos nativos. É famosa a hospitalidade dos locais que nos oferecem uma cama confortável e comida caseira após um longo trecho de caminhada. A hospedagem inclui o jantar e um delicioso café da manha. Não há muita diferença de preço/ qualidade entre as opções disponíveis.

Caso deseje, é possível acampar (são poucos os lugares, mas se você não dispensa a barraca, pode acampar na casa dos nativos mesmo!)


Fique atento: Não é permitido fazer fogueiras para cozinhar no Parque pelo risco de incêndios.

Atrações:

Cachoeirão: é o cartão postal do Vale. São 22 quedas d’água ao longo do paredão.





Cachoeira do Funil: é uma das mais visitadas por ser de fácil acesso e com baixo grau de dificuldade.








Cachoeira do Calixto: nível de dificuldade um pouco maior.

Morro do Castelo: possui uma vista incrível. Nesse dia também é possível atravessar uma gruta que, em algumas partes, tem visibilidade zero, sendo imprescindível o uso de uma lanterna. A trilha para o Morro do Castelo é uma das mais difíceis, com subidas bastante íngremes.





Dependendo do seu nível de condicionamento físico, é possível visitar a Cachoeira do funil e o Morro do Castelo no mesmo dia.


Lembre-se: os roteiros são personalizados, levando em conta seu condicionamento físico e dias disponíveis. A única coisa que é comum a todos os roteiros é a certeza de encontrar paisagens deslumbrantes.

Bom passeio!

Segue o contato do nosso amigo Júnior, para quem tiver interesse em visitar o Vale do Pati.

Guia: Junior Santos
Whatsapp: (75) 991804818
Qualquer duvida entre em contato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com