Relatos de Viagem ao Marrocos - Fez (dia 2)





No segundo dia, fizemos um tour guiado pela Medina de Fez.

Contratamos o sr. Ali, que já havia sido nosso guia no trajeto entre Rabat e Fez. Ele fala espanhol e é profissional. Cobrou 40 Euros para nos guiar pela Medina. Ele, também, providenciou o transporte por 300 MADs.

Se alguém tiver interessado, deixo o contato: (212) 0664887477.  

Mas, lembro que não é necessário ir com guia para a Medina, basta instalar o Maps Google para não se perder no meio de tantas ruelas.





Começamos nosso dia visitando a Torre/Fortaleza do Sul (Borj Sud). A torre ou forte situado no alto de uma pequena colina, permite obter uma visão panorâmica da Medina, que é gigantesca. 









Infelizmente, não é possível visitar o interior da Fortaleza. Além da Borj Sud, Fez tem outras fortalezas e uma das mais visitadas é a Borj Nord.




Seguimos para uma fábrica/loja de Cerâmica (Fes Moroccan Pottery – Poterie de Fes), situada fora da Medina. 









Lá, foi possível ver todo o processo de confecção de diversos produtos de cerâmica, desde os pequenos (vasos, porta-guardanapos, bules, etc.) até mesas e artefatos maiores. 



















Alguns são até exportados.





Então, entramos na Medina por uma entrada oposta em relação àquela que havíamos entrado no dia anterior. 








E percorremos algumas lojas do Souk, uma área reformada da Medina.








E a primeira parada foi numa loja de Tapetes




A loja tem vários andares e os tapetes ficam expostos no chão e nas paredes.









Mas, não me interessei muito pelos produtos.

A segunda parada foi numa loja de produtos de couro, tais como, casacos, cintos, calçados, bolsas carteiras, puffs, etc.














Subimos no terraço da loja, onde pudemos ver o trabalho dos curtidores, a pintura e a secagem do couro, além de ter uma excelente vista da medina.








As visitas são sempre acompanhadas por um funcionário da loja, que dá informações básicas sobre o processo de fabricação.








Em seguida, fomos almoçar no Riad Belghazi.




Riad é um hotel localizado no interior de uma Medina. Caracteriza-se por ter um pátio interno aberto. Como havia falado, as janelas das construções das medinas (e das casas árabes em geral) são voltadas para dentro e não para fora. A palavra Riad significa “Jardim” em árabe.




Almoço bom, barato. Bom atendimento. Um dos garçons procurava fazer o máximo para nos atender da melhor maneira possível. 





Continuamos o nosso tour pela Medina. A terceira parada foi numa loja de artigos de metal.





Confira alguns dos produtos abaixo. Belíssimos por sinal!













Em seguida, passamos pela Gran Mesquita, mas, a entrada é exclusiva para muçulmanos.











Por fim, terminamos o tour numa loja de tecidos, bolsas, lenços, etc.











Os preços nas lojas que visitamos eram caros, apesar de os produtos serem de boa qualidade. Necessário Pechinchar! Algumas lojas tinham preços em Euros, outras em Dirhams. Era bom ter cuidado com a taxa de conversão.  

Não comprei muita coisa, mas, acho que valeu à pena para conhecer a variedade de produtos que são feitos e comercializados no interior de uma Medina.

À noite, jantamos novamente no Restaurante Imperial do hotel.

No dia seguinte, iríamos para Chefchaouen, a cidade azul....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com