Top10 Kuala Lumpur, Malásia (parte 1)




No post anterior, passamos informações gerais sobre Kuala Lumpur (KL), na Malásia, uma excelente porta de entrada para o Sudeste Asiático. KL não é o principal destino turístico da região, mas tem atrações suficientes para 2 ou 3 dias de viagem. Neste e no próximo post, vamos falar sobre as 10 principais atrações de Kuala Lumpur.

1. As Cavernas de Batu (Batu Caves)









É um dos importantes santuários hinduístas fora da Índia. Consiste de uma série de cavernas construídas numa colina.

O que mais se destaca é a estátua de Murugan, uma divindade hindu, com mais de 42 metros. Ao lado da estátua, encontra-se uma escadaria com mais de 200 degraus que dá acesso às cavernas principais.

Dica: Cuidado com os Macacos. Evite levar comidas ou brincar com os animais, pois eles podem ficar agressivos.



A atração é local de peregrinação de hindus de vários países da região (nós encontramos diversos na nossa visita) e é palco de diversas festividades religiosas.

Dica: Não deixe de visitar a caverna dos morcegos, a Dark Cave. É uma atração guiada paga à parte. É um sítio de conservação onde você poderá aprender sobre um ecossistema bem diferente, que se sustenta à base de guano.




Para chegar à atração, basta pegar o trem KTM na estação central de Kuala Lumpur (KL Sentral) em destino às Batu Caves. O trajeto dura aprox. 30 minutos.





2. Museu de Artes Islâmicas




Quem gosta de arte, não pode deixar de visitar o Museu de Artes Islâmicas (Islamic Arts Museum Malaysia) de Kuala Lumpur.




O belíssimo museu contempla diversas espécies de manifestações artísticas do mundo muçulmano, como a arquitetura (maquetes de mesquitas por todo mundo), vestimentas, cerâmica, joalheria, moedas, armas, obras de metal, mobiliário, caligrafia, etc. Além disso, há galerias específicas de arte do mundo malaio, indiano e da china.




O museu é uma construção moderna, com três amplos andares, e conta com restaurante, loja e área de descanso.





Dica: não deixe de admirar as decorações nas paredes e nos tetos do museu, bem como a cúpula na parte externa.




O museu fica próximo ao Lake Gardens e à Mesquita Nacional. Para chegar, basta descer na estação de trem Kuala Lumpur (KTM) e siga as indicações para a Mesquita Nacional (Masjid Negara).

Para saber mais sobre o museu, leia o nosso post

3. Lake Gardens (Perdana Botanical Gardens)




O Perdana Botanical Gardens, mais conhecido como Lake Gardens, é um lugar para relaxar da agitação de Kuala Lumpur. O parque é centenário e sua criação remonta a época colonial (1888).




Situado no coração da cidade, são 92 hectares de área verde, trilhas, lagos, jardins e fontes. Dentre esses, destacam-se o Jardim das Orquídeas, Jardim de hibisco, o Deer Park (Parque dos Veados), o Sunken Garden e o Laman Perdana, que é um ponto coberto para realização de eventos no parque (foto acima)




O parque funciona de 7hs às 20hs. Recomendo chegar no início da manhã ou final da tarde, pois o calor de KL pode ser intenso no meio do dia.





Como chegar:  você pode descer nas estações de trem KL Sentral ou Kuala Lumpur e caminhar até o parque; ou pegar o ônibus B112 da estação LRT Pasar Seni (e descer no Museu Nacional), ou ainda pegar um Uber ou Taxi.





Mais informações, consulte o site: www.klbotanicalgardens.gov.my

4. Mesquita Nacional da Malásia (Masjid Negara)



A mesquita nacional da Malásia foi inaugurada em 1965, poucos anos após a independência do país.




Com arquitetura moderna, feita de concreto, a mesquita tem algumas características especiais, muito diferente daquelas que você porventura viu em Istambul, na Turquia.

Destaca-se um minarete de 73 metros, com seção quadrada, e um teto em formato de uma estrela de 16 pontas. Além disso, na parte interna, cabe observar uma ampla área cheia de pilastras e, na parte externa, as fontes de água.




A visita é gratuita. Confirme os horários de abertura (6:30hs-13hs, 14:30-16:00, 17:30-19:00hs). 


Nos horários de oração, não é permitida a visita de não-muçulmanos, como ocorre nas mesquitas em geral. A própria sala de orações é fechada para não muçulmanos.


Homens não podem entrar de shorts ou camisas regatas. As mulheres devem usar o Chador. Todos devem retirar os sapatos e deixa-los na entrada da mesquita, como também é usual na visitação das mesquitas.




A Mesquita Nacional fica próxima à estação Kuala Lumpur (KTM) e à estação Pasar Seni do Metro. Na região, estão outras atrações como o Museu de Artes Islâmicas e o Lake Gardens.

5. Petronas Towers – KLCC




As Torres Petronas são o cartão postal de Kuala Lumpur. Os dois edifícios ligados por uma ponte (Skybridge) podem ser vistos de diversos pontos da cidade. Simplesmente não dá para ir para Kuala Lumpur e não visita-las.

Com 452 metros de altura, correspondem ao 6° maior edifício do mundo, atrás do Burj Khalifa e do Taipei 101. São mais altas que o famoso Empire State Building de Nova Iorque.




A construção está localizada numa área conhecida como KLCC – Kuala Lumpur City Centre, com hotéis famosos, shoppings e parques públicos. Abaixo das torres, encontra-se, por exemplo, o Suria KLCC, um belíssimo shopping center com diversas lojas famosas e restaurantes.





É possível fazer visitas guiadas às torres. A visitação está aberta de terça-feira a domingo (das 9 às 21hs), sendo fechada entre 13 e 14:30hs nas sextas feitas.




A visita é guiada e dura 45 a 60 minutos. Você sobe de elevador até a altura de 170 metros e visita a Skybridge.

Os tickets custam RM 85 (aprox. R$ 65). É recomendável compra-los com antecedência, pois os tickets são limitados por dia.


Você pode chegar às torres pela estação de metro KLCC.

Dica: Ainda que não vá fazer a visita ao interior do edifício, não deixe de apreciar as torres por fora. Elas são belíssimas, especialmente à noite quando iluminadas.

Essas são as cinco primeiras atrações de Kuala Lumpur. Confira as restantes no próximo post. Até lá!



Emerson Cesar
Emerson Cesar

Turistando por mais de 55 países, já dobrei o Cabo da Boa Esperança, cheguei ao Fim do Mundo e alcancei o Topo da Europa. Enfrentei as Dez Cortes do Inferno e cheguei ao céu em um Balão. Ainda tenho muitos lugares a desvendar, culturas a conhecer e comidas a experimentar. Viaje comigo em meus relatos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário