Relatos de Viagem: rumo à Bósnia-Herzegovina



Era nosso 9° dia de viagem. Acordamos cedo em Korenica, na Croácia, nas proximidades dos Lagos Plitvice, e seguimos rumo a Mostar, na Bósnia-Herzegovina.

O trajeto passa pelas vias E71 e E65, excelentes rodovias por sinal. Dá até gosto viajar de carro pela Croácia. Na Bósnia, as estradas não são boas assim, são razoáveis, mas nada que assuste um motorista brasileiro.



Zadar, Croácia





Parada em Zadar para conhecer o Órgão do Mar (Sea Organ). Um órgão que toca conforme o movimento das ondas do mar. Fica abaixo dessas escadas, onde os turistas se sentam para ouvir a sinfonia das águas. 

Na minha opinião, nada de especial! Não espere um concerto musical!





Mas, Zadar é uma cidade litorânea, agradável de caminhar, apreciando o mar, suas ruelas e algumas das suas construções antigas.




Suas atrações estão concentradas na Península onde está o Órgão do Mar.

Merecem destaque as seguintes:

1. Museu Arqueológico: um museu de três pavimentos que contempla itens da pré-história e do império romano. É ideal para quem gosta de história.





2. Fórum Romano: são ruínas de um fórum romano ao ar livre, nas proximidades do museu arqueológico.




3. Igreja de São Donato: construção do século IX, na idade média, ao lado do fórum romano. Devido a sua incrível acústica, o local é usado para eventos musicais. É possível subir na torre, de onde se pode ter uma incrível vista da cidade.  

4. Museu das Ilusões: que tem unidades em Zagreb e Ljubliana (leia aqui).


The Greeting to the Sun (Foto: Glen Scarborough - CC BY-SA 2.0)

Há, ainda, o Cumprimento ao Sol (The Greeting to the Sun), um conjunto de painéis solares, localizado próximo ao Sea Organ, que acendem durante a noite em várias cores. Muito interessante!





Em Zadar, é possível fazer passeios de submarino, barco, etc.

Apesar de todas estas opções, recomendo passar apenas 1 dia completo na cidade.

De qualquer forma, não tínhamos muito tempo. Fizemos um lanche na região central da cidade e pegamos a estrada com destino a Mostar.

Bósnia-Herzegovina

A moeda da Bósnia-Herzegovina é o BAM (marco bósnio) e vale aprox. 4 kunas. Não encontramos, inicialmente, nenhum local para trocar dinheiro para marcos. Logo que entramos no país, pagamos o pedágio com Euros e paramos num posto para tomar um café e trocar algum dinheiro.

Muitas coisas na Bósnia-Herzegovina são cotadas em Euros, mas Kunas (Croácia) também são comumente aceitas. Só nos supermercados não conseguimos pagar em moeda estrangeira.





Antes de chegar a Mostar, paramos na Vila de Medjugorje, onde teria havido uma das últimas aparições de Virgem Maria.

As aparições da Santíssima Virgem Maria em Medjugorje começaram em 24/6/1981. Inicialmente, tinham frequência diária e, posteriormente, as aparições passaram a ser mensais ou anuais. Daí o nome de “Nossa Senhora de Medjugorje”. Estas aparições marianas ainda não foram reconhecidas pela Igreja Católica (fonte: wikipedia).  


Na vila, foi construído um grande santuário, com diversas lojas de souvenirs e artigos religiosos de todos os tipos. As orações e avisos eram feitos em várias línguas, o que indica que vários estrangeiros passavam por lá. Hoje é um dos maiores centros de peregrinação católica no mundo.






Observe que o Catolicismo Romano nem é a principal religião do país. A Bósnia-Herzegovina é formada de 45% de muçulmanos, 36% de católicos ortodoxos (origem sérvia) e de 15 % de católicos romanos. 

Quase à noite, chegamos a Mostar.




Mostar, na Bósnia-Herzegovina, é uma cidade encantadora. É a cidade mais importante da região da Herzegovina, no sul do país, com 106 mil habitantes.

Para quem não sabe, o país, apesar de informalmente ser chamado de Bósnia, é subdividido em duas entidades autônomas: a Federação da Bósnia-Herzegovina e a República Srpska. A Herzegovina é a região sul do país. E Sarajevo é a capital e fica na região da Bósnia.   

Tenho certeza que você nunca pensou em visitá-la, mas certamente irá mudar de opinião ao saber dos seus habitantes alegres, prestativos e simpáticos, do seu centro histórico agradável, cheio de lojas, restaurantes, bares e museus. Recomendo passar 1 ou 2 dias em Mostar.

É possível fazer day trips (excursões) a partir de Dubrovnik, na Croácia. Essa proximidade foi um dos motivos pelos quais decidimos incluir Mostar em nosso roteiro.

As duas principais atrações da cidade, a ponte antiga (Stari Most) e a cidade antiga, são consideradas pela Unesco como World Heritage Sites. Falaremos mais sobre a ponte no próximo post.




Seguimos em direção ao nosso hotel, o Motel Argentum, que fica uns 2km da Old Town. Fomos recebidos pelo Sr. Amoh (não sei se é assim que se escreve), que nos atendeu excepcionalmente bem.

Só para esclarecer: Motel no exterior não tem o mesmo sentido que no Brasil. É apenas um Hotel de Estrada (contração de “Motor Hotel”).

Extremamente atencioso e preocupado com o bem estar dos hóspedes. O hotel é simples, mas os quartos são bons. Tem café da manhã incluso e servido pelo próprio Sr. Amoh, que ficava subindo e descendo escadas para nos levar uma variedade de opções (o desjejum não é feito no restaurante). 

A diária custa 45 Euros. O Sr. Amoh também gastou um bom tempo nos dando dicas da cidade, das atrações e de onde estacionar e onde comer.


Não é à toa que o hotel está avaliado com nota 9.9/10 no Booking.com e 5/5 no Tripadvisor. Recomendo!

Restaurante Sadrvan (foto de dia)

À noite, fomos jantar na Old Town. No restaurante Sadrvan, indicado pelo Sr. Amoh, do hotel. Pedi um mix de carnes - versão mini e veio um prato absurdo de gigante, na verdade, uma bandeja com uma variedade de carnes, batata frita e legumes. Para beber, o vinho da casa. O restaurante fica nas proximidades da ponte velha (Stari Most).





O trânsito é meio enrolado na Old Town. Muitas ruas estão sendo recapeadas e há obras por toda parte. Até que encontramos um lugar para estacionar.

Segue nossa dica de onde estacionar nas proximidades da Old Town (clique aqui).

A despeito disso, a primeira impressão da cidade foi muito boa: cidade agradável e excelente receptividade dos locais.

No dia seguinte, iríamos explorar melhor o nosso destino...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com