Relatos de Viagem: Split, Croácia (último dia)




E o dia amanheceu chuvoso em Split. Seria o prenúncio da nossa partida...??
Na maior parte dos dias em que passamos na Eslovênia, Croácia e Bósnia-Herzegovina, o tempo estava excelente, mesmo na primavera (abril). Deu para aproveitar bastante!





O gerente do Riva Rooms permitiu que fizéssemos um late checkout. Um ponto positivo para essa hospedagem. Não havia hóspedes previstos para o dia seguinte.





Como era domingo de páscoa, estava quase tudo fechado. Mesmo sob tempo ruim, passeamos pela região do Palácio de Dioclesiano.




Almoçei no restaurante Bokeria Kitchen & Wine Bar. O ambiente é agradável, mas o atendimento não era muito bom. Comi um Oxtail Risotto. O local costuma ser lotado e os preços são acima da média. Sinceramente, não achei nada de mais.




Pegamos um Uber para o Aeroporto de Split, que fica a 27 km da região de Riva. O preço do Uber é tabelado para o aeroporto (isso acontece em alguns países). Sai por 225 Kunas, ou aproximadamente 100 reais.

O Aeroporto de Split é pequeno, mas havia poucos passageiros. Havia, também, obras na entrada do aeroporto.

O Duty Free Shop do aeroporto tem preços bons, se comparados com os do Brasil. Para os chocólatras, um Milka Grande saia por 3,90 Euros.





A Croácia ainda não faz parte do Espaço Schengen. Por isso, a imigração foi feita por lá. Ainda bem, pois a conexão em Frankfurt foi bem curta: apenas 1 hora e ainda era necessário passar pelo controle de segurança.





Assim foi nossa viagem às antigas repúblicas da Iugoslávia. Não me arrependi de ter visitado nenhuma cidade, mas as que mais gostei foram Ljubliana e Bled (Eslovênia), Dubrovnik e Lagos Plitvice (Croácia) e Mostar (Bósnia-Herzegovina). Recomendo!

Foram duas semanas intensas, duração ótima na minha opinião, mas ainda ficou o gostinho que “quero mais”. Faltou visitar, por exemplo, Montenegro e a Sérvia. Também não conhecemos Sarajevo. Fica para próxima! 

Até a próxima viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Booking.com