Os melhores bairros de lisboa para passear e se perder ...



Já falamos aqui sobre as 10 principais atrações de Lisboa. Neste post, damos destaque aos principais bairros, ruas e regiões para você passear e se perder na capital portuguesa.


A propósito, Lisboa é uma das cidades mais agradáveis para os pedestres, com os seus belos calçadões de pedras portuguesas. É verdade que há algumas ladeiras, tais como, a famosa Avenida Liberdade, mas se você tiver um pouquinho de disposição vai aproveitar bem a principal cidade dos nossos antepassados. 

Não deixe de ler nossos posts sobre Portugal, clique aqui.

1. Chiado/Bairro Alto


Chiado é um bairro de ruas estreitas, largos e calçadões, dividido em parte alta e baixa. Foi o centro do romantismo português, evidenciado por homenagens a escritores Almeida Garrett (Rua Garrett) e Fernando Pessoa (Estátua). 

Para acessar a região, o turista pode utilizar a estação de metrô Baixa Chiado. A região é um lugar interessante para visitar à noite, onde o turista poderá aproveitar diversos restaurantes, cafés, teatros,  a Livraria Berthand e o centro comercial Armazéns do Chiado.






2. Belém


Belém é a região mais repleta de atrações turísticas de Lisboa, tais como, a Pastelaria Pastéis de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, a Torre de Belém, o Palácio de Belém e o Museu da Presidência da República, o Mosteiro dos Jerônimos e a Igreja de Santa Maria de Belém, o Museu da Marinha e o Museu Nacional dos Coches.

E, além de tudo, há os belos Jardins e a incrível vista do Rio Tejo e da Ponte 25 de Abril. Do outro lado do Rio, você ainda pode observar o Santuário do Cristo Rei.

Para chegar a Belém, basta pegar o elétrico (tram) 15 na estação Cais do Sodré.

3. Alfama


Alfama é um bairro tradicional da capital portuguesa. Com ruas estreitas, dá acesso a atrações como o Castelo de São Jorge, o Panteão Nacional e os Miradouros de Santa Luzia e das Portas do Sol.  É neste bairro que acontece a Feira da Ladra (terças e sábados), um mercado popular de coisas usadas desde o Século XIII. 




Além disso, é em Alfama que se passa a tradicional Festa de Santo Antônio, nos dias 12 e 13 de junho. 

Para acessar a região, sugerimos a estação de metrô/trem Santa Apolônia, mas prepare-se para subir ladeiras...

4. Parque das Nações


Quem visita Lisboa, não pode deixar de conhecer o Parque das Nações, situada numa zona oriental às margens do Rio Tejo. Está próximo à Ponte Vasco da Gama, que é a ponte mais longa da Europa.

O parque das nações foi construído para a Expo 1998 que se passou em Lisboa. Sua arquitetura e construções modernas contrastam com a Lisboa Antiga das regiões de Alfama, Belém e do Chiado.



Nesta região, o turista pode aproveitar diversas atrações como o Centro Comercial Vasco da Gama, o Teleférico, o Oceanário de Lisboa e o Pavilhão do Conhecimento.

Para chegar ao Parque das Nações, pode-se utilizar a estação Oriente do metro, que também é um importante terminal ferroviário de Lisboa.

5. Avenida da Liberdade

A avenida da Liberdade é a principal avenida de Lisboa. É a Champs Elisées da capital portuguesa.  Liga a Praça Marques de Pombal (parte alta), nas proximidades do Parque Eduardo VII, à praça dos Restauradores (parte baixa). É muito agradável caminhar por esta via arborizada e amigável ao pedestre. Há muitos hotéis e lojas chiques nesta avenida.

Se estiver visitando o local, recomendamos provar o Prego no Pão (pão com carne) na Baiana Pastelaria. Para acessar a região, sugerimos utilizar a estação do metro Avenida.

6. Rua Augusta/Praça do Comércio

A Rua Augusta é um calçadão muito famoso situado numa parte baixa de Lisboa (Baixa Pombalina). Começa no Arco Triunfal (Praça do Comércio) e vai até a Praça do Rossio. É repleto de lojas, de grife e de souvenirs, restaurantes e cafés. Há também muitos vendedores ambulantes.

Vale à pena fazer um passeio pela região. Para chegar à Rua Augusta, você pode utilizar as estações de metrô Rossio ou Baixa Chiado.



A Praça do comércio, situada numa das pontas da Rua Augusta, também é uma área muito agradável para se visitar. Recomendo visitar o Museu da Cerveja e tomar uma Ginginha no copo de Chocolate numa das banquinhas da Praça. Para chegar a praça, você pode utilizar a estação de metro Terreiro do Paço.



Emerson Cesar
Emerson Cesar

Turistando por mais de 55 países, já dobrei o Cabo da Boa Esperança, cheguei ao Fim do Mundo e alcancei o Topo da Europa. Enfrentei as Dez Cortes do Inferno e cheguei ao céu em um Balão. Ainda tenho muitos lugares a desvendar, culturas a conhecer e comidas a experimentar. Viaje comigo em meus relatos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário