Elaboramos um roteiro de 4 ou 5 dias para quem pretende visitar Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, por conta própria. Esse é o período mínimo que recomendo você ficar nesse destino turístico para aproveitá-lo ao máximo.

Sobre Bento Gonçalves

Bento Gonçalves fica a 124 km da capital Porto Alegre e é conhecida como a capital brasileira do vinho. Com suas paisagens exuberantes, o clima acolhedor da serra, o bom vinho e a farta gastronomia, tem sido cada vez mais procurada pelos turistas. Em 2019, a cidade recebeu cerca de 1,7 milhão  visitantes.

A história de Bento Gonçalves é antiga. Em 1875, começaram a chegar os imigrantes italianos que formaram a colônia de Vila Isabel. Posteriormente, em 1890, a colônia dá origem ao município de Bento Gonçalves. O nome foi escolhido em homenagem ao general Bento Gonçalves da Silva, chefe da Revolução Farroupilha, ocorrida no Rio Grande do Sul de 1835 a 1845.

Além das atrações existentes no centro da cidade, Bento Gonçalves possui 5 rotas turísticas:

  • Vale dos Vinhedos
  • Caminho de Pedras
  • Vale do Rio das Antas
  • Rota Cantinas Históricas
  • Rota Rural Encantos de Eulália

Sobre Bento Gonçalves, leia também:


Roteiro

O roteiro a seguir contempla as 3 primeiras rotas turísticas mencionadas. Trata-se de um roteiro de 5 dias que já foi testado e que, portanto, é plenamente factível. Fizemos, tão somente, pequenas modificações para otimizar a sua experiência.

O roteiro de 5 dias é adaptável. Permite que você inclua ou exclua atrações, desde que seja mantida a mesma rota turística. Caso você disponha de apenas 4 dias na cidade, sugerimos mesclar o roteiro do dia 1 (Centro) com o do dia 4 (Vale do Rio das Antas). Confira!

Dia 1. Região Central

No primeiro dia em Bento Gonçalves, recomendamos conhecer a região central. Caso esteja hospedado no centro, poderá fazer tudo a pé. A cidade é agradável para caminhar, mas não é plana, ou seja, tem muitas subidas e descidas. A boa notícia é que a maioria das atrações é gratuita!

Provavelmente, você não conseguirá conhecer todas as atrações num único dia. Então, selecione um grupo de atrações próximas. Como, por exemplo, a Vinícola Aurora, a Igreja do Cristo Rei, o Parque Cultural Epopeia Italiana e o Pórtico de Bento Gonçalves.

Vinícola Aurora

Vinícola Aurora, Bento Gonçalves
Vinícola Aurora

A vinícola Aurora é a única vinícola localizada na região central de Bento Gonçalves. As demais vinícolas estão fora da área urbana. É considerada uma das maiores do Brasil em produção.

A visitação é gratuita e não necessita de agendamento prévio, salvo para grupos com mais de 10 pessoas. O atendimento é excelente. Geralmente, o tour parte a cada 30 minutos. As visitas guiadas apresentam a história da vinícola, seus produtos e o processo de produção.  Ao final do tour, os visitantes fazem uma degustação de vinhos.

Como já falamos no artigo sobre 11 dicas essenciais de Bento Gonçalves, nossa recomendação é focar nas vinícolas pequenas. Entretanto, vale abrir uma exceção à Vinícola Aurora, pois o acesso é muito fácil para quem está hospedado no centro da cidade.

Igreja do Cristo Rei

Igreja do Cristo Rei, Cidade Alta, Bento Gonçalves
Igreja do Cristo Rei, Cidade Alta

A Igreja do Cristo Rei é uma belíssima igreja localizada na Praça Rui Lorenzi, no bairro Cidade Alta (parte mais alta de Bento Gonçalves) e a construção mais imponente da cidade. Foi inaugurada em 1954, após 5 anos de construção. Possui 40 metros de altura e três andares. Vale a pena admirá-la, por dentro e por fora.

Parque Cultural Epopeia Italiana

O Parque Cultural Epopeia Italiana é um parque cenográfico em tamanho real, numa área coberta com mais de 2.000m², que descreve a trajetória de dois imigrantes italianos, Lázaro e Rosa, desde a cidade de Pedersano, na Itália, até a fundação da cidade de Bento Gonçalves.

São nove cenários que abordam a viagem de 36 dias por navios a vapor, o árduo trajeto na mata nativa até a chegada aos lotes de terra prometidos e a construção da casa do casal. O espetáculo tem duração de 35 minutos e, ao final, os visitantes são convidados a degustar vinhos e sucos.

O ingresso para o parque em baixa temporada custa R$ 38 por pessoa. O passeio costuma fazer parte do Tour de Maria Fumaça, mas, nesse caso, o preço total é bem mais caro (R$ 195/pessoa). Para saber mais, clique aqui.

Pórtico de Bento Gonçalves

Pórtico de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
Pórtico de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul

O pórtico de Bento Gonçalves, também chamado de Pipa Pórtico, é o portal de entrada da cidade a partir da rodovia BR-470. Com 17 metros de altura, o pórtico tem o formato de um barril de vinho e contém a inscrição “Você está entrando no mundo do vinho – Bento Gonçalves”. Ao lado do portal, há um Centro de Atendimento ao Turista, onde você pode obter mapas, folhetos e informações sobre as atrações turísticas da cidade.

Dica: Visite o pórtico no final da tarde. Os raios de sol incidentes sobre a estrutura vão proporcionar um belíssimo efeito sobre a rua, oferecendo oportunidade para tirar incríveis fotos.

La Fontana – Chafariz do Vinho

Chafariz de Vinho, Bento Gonçalves
Chafariz de Vinho

O Chafariz do Vinho é uma fonte simbólica de vinho, ou seja, é apenas uma água colorida, localizada na Rua Marechal Deodoro, um calçadão no centro de Bento Gonçalves. Ao lado, estão a Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves e um Centro de Atendimento ao Turista. O calçadão é um local agradável para se caminhar.

Santuário Santo Antônio

Igreja de Santo Antônio, Bento Gonçalves
Igreja de Santo Antônio

Santo Antônio é o padroeiro de Bento Gonçalves e a Igreja de Santo Antônio é uma das mais antigas da região. Foi construída entre 1890 e 1894, tendo passado por várias reformas até chegar à configuração atual. Foi construída em estilo romano e o altar é feito de mármore Carrara. Em 1934, foi elevada à categoria de Santuário Diocesano.

A igreja também está localizada na Rua Marechal Deodoro, no centro de Bento Gonçalves.

Sem dúvida, vale uma visita! Não deixe de apreciar os vitrais, as colunas, o altar e as pinturas nos tetos e nas paredes.

Monumento aos Imigrantes

Monumento aos Imigrantes, Bento Gonçalves
Monumento aos Imigrantes

O monumento aos Imigrantes foi construído em 2005, na Praça Achyles Mincarone, em homenagem aos 130 anos da imigração italiana no Rio Grande do Sul. Numa placa, encontra-se a seguinte inscrição:

“Aos imigrantes italianos, que colonizaram esta terra, a homenagem e o reconhecimento do poder público municipal e do povo bento-gonçalvense”.

As esculturas, feitas de bronze por Gustavo Nackle Neffa, retratam a luta e o esforço dos imigrantes para sobreviverem e se estabelecerem em terras distantes.

Igreja São Bento

Igreja São Bento, Bento Gonçalves
Igreja São Bento

Também na Praça Achyles Mincarone, encontra-se a Igreja de São Bento. Construída em formato de barril em 1984, a igreja homenageia os imigrantes italianos e a tradição vitivinicultora da região. A decoração interna também possui elementos que remetem à uva e ao vinho.

Dica: ainda na praça, não deixe de tirar uma foto com o letreiro “Eu amo Bento”.

Museu do Imigrante

O Museu do Imigrante é um museu dedicado à preservação da memória dos imigrantes italianos, suas tradições e seu cotidiano. O prédio é pequeno, mas o museu dispõe de um acervo com mais de 15 mil itens, sendo grande parte deles doados pela comunidade. Os objetos pessoais são o grande destaque da exposição: há desde peças de vestuário até sanfonas e imagens religiosas.

Está localizado na Rua Herny Hugo Dreher, 127,  Bairro Planalto. A entrada é gratuita. Contato: (54) 3451-1773.

Dica: não deixe de fazer uma visita guiada com o Sr. Ênio, que faz uma belíssima explanação sobre a história da imigração italiana.

Após visitar as atrações da região central, nossa recomendação para jantar é o Caldeira Restaurante, o melhor da cidade segundo o ranking do Tripadvisor. Não deixe de reservar a sua mesa, se você não quiser ficar na lista de espera.

Dia 2. Vinícolas fora de Bento Gonçalves

Para visitar as vinícolas fora do município de Bento Gonçalves, recomendamos contratar um motorista local, para que você possa fazer as degustações com tranquilidade e aproveitar ao máximo a experiência sem infringir nenhuma lei.  Seja responsável!

Para fazer o tour guiado nas vinícolas, é necessário reservar com antecedência, pois as vagas são limitadas. Se você quiser fazer apenas uma degustação ou fazer compras na loja, geralmente, é só chegar.

Nossa sugestão é visitar a Vinícola Don Guerino, em Alto Feliz/RS, durante a manhã e a Casa Perini, em Farroupilha/RS, durante a tarde. No final da tarde, você retorna a Bento Gonçalves/RS. Você pode almoçar no caminho entre Alto Feliz e Farroupilha (os melhores restaurantes fecham às 14h), ou, se quiser, fazer um almoço harmonizado na Don Guerino.

Don Guerino

Vinícola Don Guerino, Alto Feliz, a 40 km de Bento Gonçalves
Vinícola Don Guerino, em Alto Feliz a 40 km de Bento Gonçalves

Don Guerino é uma vinícola familiar localizada em Alto Feliz/RS, a 41 km do centro de Bento Gonçalves. É simplesmente uma das vinícolas mais bonitas que já visitei, considerando as do Chile, da Argentina e da África do Sul. Além disso, os vinhos e espumantes são de excelente qualidade!

Além da visita guiada e da degustação, você pode fazer um almoço harmonizado por lá. São duas as opções de menu: o menu tradicional e o menu Super Premium. São 4 pratos harmonizados com vinhos e espumantes.

Escrevemos um post específico sobre a Don Guerino contando como foi a nossa experiência e passando várias dicas importantes.

Casa Perini

Parreiral em Y, Casa Perini, Farroupilha
Parreiral em Y, Casa Perini

A Casa Perini é uma vinícola familiar localizada em Farroupilha/RS, numa região chamada de Vale Trentino.

João Perini, filho de imigrantes italianos, começou a produzir vinho de forma artesanal em 1929 e o servia em festas da comunidade local, no Vale Trentino. Entretanto, a Casa Perini só foi fundada em 1970 por Benildo Perini (filho de João Perini), que dirige a vinícola até hoje e foi responsável pela ampliação da produção. Um dos destaques da vinícola é a linha Fração Única.

O principal tour da Casa Perini é a visita guiada, que tem duração aproximada de 1h30. Mas, há outros tours disponíveis. Para saber mais, leia o nosso post sobre a Casa Perini.

Dia 3. Rota Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos é a rota turística que concentra a maioria das vinícolas e pousadas. São mais de 30 vinícolas, entre as familiares e as de renome internacional. Há diversos restaurantes, além de lojas de artesanato, biscoitos e queijos. Algumas vinícolas que fazem parte dessa rota são: Casa Valduga, Cooperativa Vinícola Aurora, Lídio Carraro, Don Laurindo, Almaúnica, Cave de Pedra e Torcello, entre outras.

Nesse dia, também recomendamos contratar um motorista local para fazer as degustações.

Vinícola Almaúnica

Entrada da Vinícola Almaúnica, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves
Entrada da Vinícola Almaúnica

A vinícola Almaúnica é uma vinícola localizada no Vale dos Vinhedos a 6 km do centro de Bento Gonçalves/RS. Fundada em 2008, a vinícola alia tradição familiar e propostas inovadoras. Possui 12 hectares de plantações e produz vinhos deliciosos.

É possível fazer uma visitação guiada, independente da degustação.

Sinceramente, adoramos os vinhos da Almaúnica e o atendimento lá foi excepcional! Acho que foram os melhores vinhos que provamos durante a nossa viagem a Bento Gonçalves.

Para saber mais, leia o nosso post sobre as vinícolas ao redor de Bento Gonçalves.

Vinícola Lídio Carraro

Vinícola Lídio Carraro, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves
Vinícola Lídio Carraro

Lídio Carraro, também no Vale dos Vinhedos, é uma vinícola familiar que ficou conhecida por produzir os vinhos da Copa de 2014. Mas, mesmo antes, já havia criado, em 2007, a linha Dádivas para os Jogos Pan Americanos.

O grande diferencial dessa vinícola é que eles não corrigem a acidez, nem sabor e nem tanino das uvas, o que é chamado de Conceito Purista.

O excelente atendimento é feito na própria casa da família e, no nosso caso, na cozinha da Dona Beatriz. O espaço em torno do estabelecimento é bem agradável, com vários sofás, mesas e espreguiçadeiras para se degustar um vinho apreciando a natureza.

Itallinni Biscotteria

Itallinni Biscotteria, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves
Itallinni Biscotteria, Vale dos Vinhedos

A Itallinni Biscotteria é uma loja especializada em biscoitos, com produção própria. Inaugurada em 2010, a biscoiteria é fruto do sonho de duas irmãs, engenheiras de alimentos, pertencentes à terceira geração de famílias tradicionais italianas. A loja é extremamente bem decorada.

Logo na entrada, são oferecidos vários tipos de biscoitos para degustação. São várias opções de sabores: limão, baunilha, goiabinha, manteiga e cappuccino.

Não deixe de provar os sorvetes da marca Fruchteis, que estão disponíveis na loja.

Queijaria Valbrenta

Queijaria Valbrenta, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves
Queijaria Valbrenta

A Queijaria Valbrenta é um empório com várias opções de queijos, salames e doces. Muitos produtos comercializados são de produção própria. No local, é possível fazer degustação desses produtos.

Sugestões de restaurante para almoço ou jantar

Para almoçar, o Vale dos Vinhedos oferece várias boas opções, com destaque para a culinária italiana. Dentre os restaurantes recomendados, destacamos:

À noite, recomendamos jantar no Pizza entre Vinhos. A pizzaria não aceita reservas. Por isso, para não pegar fila, é importante chegar logo na abertura, às 19h.

Dia 4. Rota Vale do Rio das Antas

O Vale do Rio das Antas é uma rota turística de 25 km no caminho para Veranópolis/RS. O grande destaque dessa rota são as belíssimas paisagens do Rio das Antas. As principais vinícolas aí encontradas  são a Salton, a Cainelli e Casa Postal. Há  alguns restaurantes e uma cervejaria, a Malthbeer.

No quarto dia, você pode descansar durante a manhã ou conhecer outros pontos turísticos na região central, não  visitados no 1° dia.  Também recomendamos contratar um motorista local.

Almoço na Casa Postal

Casa Postal Vinícola e Bistrô, Vale do Rio das Antas, Bento Gonçalves
Casa Postal Vinícola e Bistrô

A Casa Postal Vinícola e Bistrô é um restaurante e vinícola localizado no Vale do Rio das Antas, em Bento Gonçalves. O restaurante é bem avaliado no Tripadvisor, com Certificado de Excelência. O menu, enxuto, é bem gostoso. Inclui entrada, proteína e acompanhamentos.

Os pratos são bem servidos e a simpatia dos funcionários é o ponto forte do lugar. O valor do menu era R$ 58 ou R$ 65 dependendo da opção do prato principal (ref. fevereiro/2020).

Para mais informações, clique aqui.

Era possível harmonizar o almoço com vinhos por mais R$ 58 (ref. fev/2020). Nesse caso, inclui-se, ainda, a sobremesa e água. Mas, não achamos  necessário! Basta comprar uma garrafa do melhor vinho deles, o Rosa Vento. It’s up to you!

Tenda do Teco e Mirante da Ferradura

Tenda do Teco, Vale do Rio das Antas, Bento Gonçalves
Tenda do Teco, Vale do Rio das Antas

A Tenda do Teco é uma loja de produtos coloniais na BR-470. Entretanto, o mais interessante não são os produtos e, sim, a vista para a “Ferradura”, um local onde o rio das Antas tem o formato de um “U”.

Mirante da Ferradura, Bento Gonçalves
Mirante da Ferradura, Bento Gonçalves

Em verdade, a construção ao lado da loja tem uma vista ainda melhor para a Ferradura.

Ponte dos Arcos

A Ponte Ernesto Dorneles, também conhecida como “Ponte dos Arcos”, é uma ponte sobre o rio das Antas no caminho para Veranópolis/RS. É o cartão postal do Vale do Rio das Antas, juntamente com o Mirante da Ferradura.

Vinícola Cainelli

Vinícola Cainelli Vinhos Artesanais, Bento Gonçalves
Vinícola Cainelli

A Vinícola Cainelli é uma vinícola familiar no Vale do Rio das Antas. Seus donos fazem parte da 4a geração de imigrantes italianos.

A empresa nasceu em 1929, mas faliu em 1970. Ficou vários anos inativa, porém, em 2004, o Sr. Roberto Cainelli junto com a esposa, Sra. Bernadete, resolveram reativar o negócio.  Os primeiros vinhos voltaram a estar disponíveis em 2010. O filho, Roberto Cainelli Jr., após terminar os estudos passou a atuar como o enólogo da vinícola.

Possui diversas opções de enoturismo, entre elas, a degustação dos seus vinhos, passeio de tuk-tuk, piquenique nos vinhedos, happy hour e almoço harmonizado, dentre outras. No piso superior, há um museu com objetos que retratam a história da família Cainelli. Para saber mais, clique aqui.

Dica: Recomendamos que você experimente o Cabernet Sauvignon da Vinícola Cainelli. Apesar de não ser o rótulo “top” da vinícola, é delicioso e tem um excelente custo-benefício.

Dia 5. Rota Caminho de Pedras

Patrimônio histórico do Rio Grande do Sul, a rota Caminhos de Pedra consiste de uma estrada asfaltada, com 12 km, que apresenta, em suas margens, construções em pedra basalto e madeira, além de belas paisagens.

Para explorar a Caminho de Pedras, recomendamos alugar um carro ou contratar um motorista local. Não é viável fazer a rota de Uber ou de táxi.

Casa da Ovelha

Casa da Ovelha, Caminhos de Pedras, Bento Gonçalves
Casa da Ovelha

A Casa da Ovelha é um laticínio localizado na Caminho das Pedras, especializado em produtos de leite de ovelha, tais como, iogurtes, queijos de várias espécies, doce de leite e molhos.

Argumenta-se que o leite de ovelha possui um teor de proteína e minerais superior aos outros tipos de leite, além de ter um baixo teor de gordura, proporcionando uma melhor “digestão” dos produtos.

A casa que abriga o laticínio é de 1917 e foi erguida por imigrantes italianos. É uma bonita construção de madeira às margens da rota Caminho das Pedras.

Alimentação de Ovelhas, Parque da Ovelha, Bento Gonçalves
Alimentação de Ovelhas, Parque da Ovelha

A Casa da Ovelha é a entrada para o Parque da Ovelha, um conjunto de atrações turísticas numa fazenda de ovinos leiteiros. Por lá, os turistas podem realizar diversas atividades, tais como: degustação de produtos, amamentação, alimentação e tosquia das ovelhas. Há uma programação de atividades que começa às 9h e vai até as 17h.

O ingresso para o Parque da Ovelha custa R$ 80, preço um pouco elevado, na nossa opinião. Entretanto, você pode conseguir o ingresso gratuitamente nos pontos de exposição da Casa da Ovelha, em Bento Gonçalves. Foi o que fizemos.

  • Para saber mais, clique aqui.

Almoço na Casa Ângelo

Casa Ângelo, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Casa Ângelo, Rota Caminhos de Pedra

A Casa Ângelo é um restaurante localizado na famosa rota Caminho das Pedras.  O restaurante é bem elogiado no Tripadvisor e possui Certificado de Excelência.

O carro-chefe da Casa Ângelo é o rodízio de carnes e de massas. Dentre as opções de carnes, destacam-se a picanha, o entrecôte, a costela, o frango e o cordeiro. Várias opções de molhos acompanham as carnes.

Casa da Erva-Mate Ferrari

Casa da Erva-Mate, Caminhos de Pedras, Bento Gonçalves
Casa da Erva-Mate

A Casa da Erva-Mate é uma loja de erva-mate e produtos voltados para o tradicional chimarrão. A produção da erva-mate é feita em instalações localizadas do outro lado da rodovia. Um antigo moinho é usado para processar a erva.

Loja de produtos de Chimarrão, Casa da Erva-Mate, Bento Gonçalves
Loja de produtos de Chimarrão, Casa da Erva-Mate

Por R$ 10, você faz um tour pelas instalações e conhece o processo de produção, que inclui as seguintes fases:

  • compra de produtores que ficam a 60 km de lá;
  • retirada do galho;
  • desidratação da folha;
  • defumação da folha;
  • trituração;
  • moagem.

Casa das Cucas Vitiacieri

Casa das Cucas Vitiaceri, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Casa das Cucas Vitiaceri

Ao lado da Casa da Erva-Mate, encontra-se a Casa das Cucas Vitiaceri. Cuca é um bolo de tabuleiro, típico da região sul, originário da culinária alemã. Aproveite para tomar um café e provar uma cuca. A de doce de leite estava deliciosa!

Benevento Chocolate & Café

Benevento Chocolate & Café, Caminhos de Pedras, Bento Gonçalves
Benevento Chocolate & Café

Benevento Chocolate & Café é uma loja de chocolates tradicionais produzidos com cacau selecionado, segundo o conceito Bean to Bar.  No local, você pode degustar chocolates variados, bem como apreciar um gostoso café. O atendimento é excelente!

Porão de Pedra e Casa da Tecelagem

Anéis, Porão de Pedra - Preciosidades em Pedra, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Anéis, Porão de Pedra – Preciosidades em Pedra

Porão de Pedra – Preciosidades em Pedra é uma loja de artigos de pedra. São belíssimos anéis, colares, brincos, talheres e objetos de decoração feitos de pedras nacionais e importadas.

A casa data de 1915 e pertencia à família Giacomin. Oitenta anos depois, foi adquirida pela família Cavalet que abrigou, no andar superior, a Casa da Tecelagem. O porão da casa ficou dedicado à produção dos artigos de pedra.

Casa da Tecelagem, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Casa da Tecelagem, Caminhos de Pedra

A Casa da Tecelagem é uma loja de tecelagem artesanal. No local, são produzidas peças de lã de ovelha, algodão, seda, viscose e outras fibras. Não é possível visitar o local de produção.

Casa di Dolci Pasticceria e Caffé

Casa di Dolci Pasticceria e Caffé, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Casa di Dolci

A Casa di Dolci Pasticceria e Caffé é uma loja de doces e cafeteria na rota Caminhos de Pedra. Você pode prová-los no local ou adquirir geleias e compotas na lojinha.

Infelizmente, no dia em que a visitamos, não havia muitas opções.

Mirante da Cascata, Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves
Mirante da Cascata, Caminhos de Pedra

De qualquer forma, o destaque do local não é a loja propriamente dita, mas o Mirante da Cascata, um miradouro de onde se tem uma belíssima vista de um vale e, como o próprio nome diz, de uma cascata.

Resumindo

O roteiro indicado é ideal para quem tem 5 dias disponíveis em Bento Gonçalves. A cada dia, exploramos uma rota turística diferente.

O roteiro é adaptável, permitindo alterar as atrações visitadas em cada rota. Caso disponha de apenas 4 dias, nossa sugestão é mesclar o dia 1 (região central) com o dia 4 (Vale do Rio das Antas).

Bento Gonçalves é a capital brasileira do vinho e você certamente vai querer provar os vinhos da região. Portanto, se for fazer alguma degustação, contrate um motorista local.

2 Comentários:

    1. Olá, Mauro! Não somos agência de viagens. Não vendemos pacotes turísticos. Este roteiro é uma sugestão para que você possa conhecer Bento Gonçalves por conta própria. Você mesmo tem que fazer as reservas de hotéis, passagens e contratar um motorista para fazer os trajetos mencionados. Qualquer dúvida, basta escrever aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

>>>