Antes de falar se vale a pena participar ou não, você sabe o que é uma Vindima? Vindima é a festa de celebração da colheita da uva, que acontece desde as épocas mais remotas.  Desde a Roma antiga, os povos celebravam a colheita e agradeciam com música e bebida a Baco, Deus romano do vinho e das festas.

No Brasil, a colheita ocorre geralmente entre meio de janeiro até metade de março, e é nesse período que você pode participar de uma Vindima na região de Bento Gonçalves.

  • Na Europa, a propósito, as vindimas ocorrem nos meses de setembro e outubro.

A colheita pode ser realizada manualmente ou de forma mecânica, mas sempre tomando muito cuidado para que a uva, ao ser colocada no recipiente, não macere ou fermente antes do tempo.

Parreira na Vinícola Salton, Bento Gonçalves, Serra Gaúcha
Parreira na Vinícola Salton, Bento Gonçalves

Entretanto, quando participamos da Vindima, não temos essas preocupações, já que o objetivo é experimentar um pouquinho da tradição vitivinicultora e não produzir vinho, é claro!



Sugiro que, caso queira participar da experiência, faça a reserva com bastante antecedência. A propósito, faltando uns 20 dias para a nossa viagem a Bento Gonçalves, tentamos reservar em várias vinícolas, porém todos já estavam esgotados. A Vinícola Cainelli abriu uma nova data e, felizmente, conseguimos participar!

Vindima na Vinícola Cainelli

Vinícola Cainelli Vinhos Artesanais, Bento Gonçalves
Vinícola Cainelli

É importante ressaltar que a Vindima é muito parecida entre todas as vinícolas de Bento Gonçalves. De maneira geral, você tem a caminhada pelo parreiral, a colheita da uva, o “merendim” e, por fim, a pisa da uva com bastante música e diversão.

Existem pequenas variações com relação à colheita, que pode ser feita manualmente ou utilizando tesouras, ter ou não passeio de tuk-tuk (caminhonete) e a qualidade dos vinhos e comida. Mas, como disse, a estrutura é muito similar.

Caminhonete da Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Caminhonete da Vinícola Cainelli

Nosso passeio ocorreu num dia bastante chuvoso. Felizmente, isso não atrapalhou a diversão, embora algumas adaptações tenham sido feitas. Foram montadas tendas no local e fornecidas capas de chuvas aos visitantes.

A vindima na Vinícola Cainelli começa com uma explicação sobre a empresa, que nasceu em 1929, mas faliu em 1970. Ficou vários anos inativa, porém, em 2004, o Sr. Roberto Cainelli junto com a esposa, Sra. Bernadete, resolveram reativar o negócio.  Os primeiros vinhos voltaram a estar disponíveis em 2010. O filho, Roberto Cainelli Jr., após terminar os estudos, passou a atuar como o enólogo da vinícola.

Parreiral da Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Parreiral da Vinícola Cainelli

Após essa breve apresentação, deveríamos caminhar até os vinhedos, mas, em razão da chuva, fomos de tuk-tuk (caminhonete) até lá.

Ao chegarmos no parreiral, repleto de uvas e com um aroma delicioso, aprendemos como desprender o cacho dos galhos, ganhamos algumas cestas e fomos trabalhar!

Retirando o cacho de uva do pé, Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Retirando o cacho de uva do pé, Vindima

Que delícia  é colher as uvas e poder comê-las embaixo do parreiral. Poderia fazer isso por algumas horas!

Terminado o trabalho braçal, com as cestas e barriga cheias, ainda no parreiral encontramos uma longa mesa de madeira preparada para um lanche comunitário: o merendim.

Merendim, Vindima, Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Merendim

Tradicionalmente, o merendim é composto por polenta assada, salame, queijo, pão colonial, grostoli e cuca, além de vinho tinto e branco em garrafões (ambos vinhos de entrada da vinícola) e suco de uva. Durante o lanche, um grupo de descendente de italianos cantava músicas típicas para animar os turistas.

Vindima na Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Vindima na Vinícola Cainelli

Voltamos para a entrada da Vinícola para realizar a pisa das uvas. Muito divertido! Realizei a pisa 2 vezes. A primeira, quando o recipiente ainda estava vazio, o que tornava a pisa bem escorregadia. A segunda, quando o suco da uva já cobria todo o pé! Adorei a experiência. Toda a brincadeira era animada pelos funcionários da vinícola e pela musica do grupo de descendentes de imigrantes.

Rótulos da Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Rótulos da Vinícola Cainelli

Após a pisa, degustamos 3 rótulos da vinícola e visitamos o pequeno museu no andar superior com objetos pessoais e mobiliário que retratam a história da família Cainelli.

  • Dos vinhos degustados, a minha recomendação é o Cabernet Sauvignon. Apesar de não ser o rótulo “top” da vinícola, é delicioso e tem um excelente custo-benefício.
Museu da Vinícola Cainelli, Bento Gonçalves
Museu da Vinícola Cainelli

Importante ressaltar que a senhora Bete e o senhor Roberto estavam sempre presentes, fazendo com que nos sentíssemos muito bem acolhidos.

Vindima em outras vinícolas

Como disse anteriormente, é possível agendar para participar de Vindimas em várias outras vinícolas, mas, não se esqueça de reservar com antecedência!

A seguir, apresento algumas outras vinícolas que ofereceram a experiência em 2020.

Vindima no Vale (Vinícola Miolo)*

  • visita à vinícola e ao parreiral modelo;
  • pisa das uvas, merendim, vinhos e espumantes, atração artística;
  • translado (ônibus | micro-ônibus | carro) com recolhe em alguns hotéis e pousadas de Bento Gonçalves e guia.

Duração aproximada: 3hrs.

Preço: R$ 250,00/pessoa.



Harmonia da Vindima (Vinícola Cristófoli)*

  • boas vindas e apresentação da história da família Cristófoli no Brasil
  • visita à vinícola com acompanhamento da enóloga;
  • caminhada até o vinhedo com colheita e degustação de uvas diretamente do pé.
  • recepção no vinhedo com músicas da imigração italiana;
  • pisa das uvas à moda antiga, celebrando a fartura da Vindima;
  • merendim

Duração aproximada: 03 horas

Preço: R$159,00 reais/pessoa.

Vindima Brinde das Estrelas (Vinícola Lovara)*

  • recepção com drink de boas-vindas e visitação guiada pela vinícola.
  • jantar harmonizado servido no salão principal da Vinícola Lovara.
  • a noite se encerra em meio ao vinhedo com brinde, música ao vivo, delícias típicas e espumante.

Duração Estimada: 03h30min

Preço: R$ 140,00/pessoa.

*As informações sobre as vindimas nessas três primeiras vinícolas foram obtidas junto à Giordani Turismo.

Vindima Vinícola Dom Cândido

  • passeio de trator até o parreiral
  • colheita das uvas
  • “merendim” sob os parreirais
  •  pisa das uvas na mastela
  • conhecer as instalações da cantina
  • degustar vinhos selecionados.
  • refeição acompanhada de vinhos, suco de uva e água (restaurante Videiras)

Duração estimada: 5 horas.

Preço: R$ 400,00/pessoa.

  • Para saber mais sobre a Vindima na Vinícola Dom Cândido, clique aqui.



Vale a pena participar da Vindima?

Eu acho que sim! Me diverti bastante, tanto colhendo a uva, quanto fazendo a pisa. Repetiria a experiência? Acho que não! Foi divertido, merece ser feito uma vez, mas, não é uma experiência barata!

Quando eu retornar a Bento Gonçalves, vou gastar esse valor com a deliciosa gastronomia local e com os excelentes vinhos lá produzidos.


Sobre Bento Gonçalves, leia também:


>>