A Chapada Imperial é um santuário ecológico localizado na zona rural do Distrito Federal. Situado a 50 km do Plano Piloto, nas proximidades de Brazlândia, essa reserva ecológica particular oferece diversas atrações no final de semana para quem está na capital federal.

Estivemos por lá recentemente e conto como foi a experiência!

Araras livres e soltas na Chapada Imperial, Brasília
Araras livres e soltas na Chapada Imperial

Sobre Brasília, leia também:


O que fazer na Chapada Imperial?

Na Chapada Imperial, o turista, basicamente, caminha por trilhas ecológicas e aproveita as cachoeiras.

“As trilhas são feitas nas antigas trilhas deixadas pelo gado desde o século passado. Elas margeiam o Ribeirão Dois Irmão, de água mineral, que nasce dentro da reserva oferece belezas cênicas inesquecíveis com seus inúmeros poços e suas mais de 30 cachoeiras visitáveis. As trilhas têm pequenas intervenções como corrimão, escadas ecológicas, pontes, passarelas e deques para segurança das pessoas e da própria reserva ecológica, feitas dentro dos padrões seguros e de mínimo impacto.” (fonte: site da Chapada Imperial).

Trilhas Ecológicas - Chapada Imperial
Trilhas Ecológicas

São três as trilhas ecológicas:

  • trilha curta: com 1 km de extensão e 1h30min de caminhada, visitando três cachoeiras e 3 piscinas naturais. A parada para banho ocorre apenas na cachoeira dos namorados;
  • trilha média: com 3 km de extensão e 3h30 min de caminhada, visitando 15 cacheiras (a parada para banho ocorre só  3 em delas ). Embora não tenha uma subida tão íngreme quanto a longa, também tem um nível de dificuldade moderado [Esta trilha está suspensa durante a pandemia];
  • trilha longa: com 4 km de extensão e 4h30 min de caminhada, visitando 30 cachoeiras (a parada para banho é feita em 5 cachoeiras).

A trilha curta é mais recomendada para crianças e idosos e a trilha longa para adultos com preparo físico.

Trilha Longa - Chapada Imperial
Trilha Longa (fonte: site da Chapada Imperial)

Eu recomendo fazer a trilha longa, pois é a que permite conhecer as cachoeiras mais interessantes. Entretanto, você não vai tomar banho nas 30 cachoeiras! A parada é feita em apenas 5 cachoeiras.

Além disso, é importante ter preparo físico e não ter problemas de joelhos, pois você vai precisar subir muitas escadas. O trecho plano é apenas no final da trilha, em direção à sede da fazenda (o caminho também pode ser inverso).

Um caminhão “pau-de-arara” leva os visitantes até o início da trilha e, depois, caminha-se de volta até a sede da propriedade.

Caminhão Pau de Arara
Caminhão “Pau-de-Arara”

Um guia indica o caminho e as paradas nas cachoeiras, que duram cerca de 30 minutos. É importante seguir as orientações d(a) guia, que informa onde é possível pular nas cachoeiras e onde pode ser perigoso.

As águas são geladíssimas!  Se você tem medo de água fria … sinto muito!

Cachoeira Imperial - Chapada Imperial
Cachoeira Imperial

São três as cachoeiras recomendadas para banho: Cachoeira Rainha, Cachoeira Imperial e Cachoeira da Garganta.

Essa última foi a que mais gostei! Você atravessa duas lagoas e depois sobe com uma corda até a “garganta”. Tome cuidado para não escorregar! Como recompensa, você fica em um buraco debaixo da cachoeira se banhando.

Cachoeira da Garganta
Cachoeira da Garganta

Ao chegar à sede da propriedade, uma deliciosa comida da fazenda o aguarda. O almoço é  fantástico! E fica ainda melhor, com o “tempero da fome”!

Chegada à sede da Chapada Imperial
Chegada à sede da Chapada Imperial

Na sede da propriedade, é possível fazer diversas outras atividades, tais como, arvorismo, tirolesa e escalada. As crianças adoram!

E, por fim, você ainda pode comprar artesanatos locais na lojinha ou observar alguns animais, como as araras e os pavões, que ficam soltos pela reserva.

Arvorismo e Escalada - Chapada Imperial
Arvorismo e Escalada

Preços

Os pacotes diários custam R$ 140 para adultos e R$ 70 para crianças de 3 a 10 anos. Se fizer o pagamento antecipado (depósito), há um desconto de R$ 20 para adultos (R$ 120) e de R$10 para crianças (R$ 60).

Observação: houve um aumento significativo nos preços após a pandemia. Antes, o pacote diário para os adultos custava R$ 100 ou R$90 com pagamento antecipado.

Há outras opções de pacotes de visitação com pernoite. Consulte a propriedade!

Todos os pacotes abrangem ingresso de entrada, almoço, guia, transporte interno, acesso às trilhas e cachoeiras e às atividades na sede da propriedade.

Reservas

Para reservas e pagamento antecipado enviar via e-mail para chapadaimperial@gmail.com ou pelo whatsapp (61) 99961-9068.

Deve-se informar: nome completo, telefone, quantidade de pessoas e o dia da visita.

Como chegar?

Mapa (fonte: site da Chapada Imperial)
Mapa (fonte: site da Chapada Imperial)

Do Plano Piloto, o trajeto até a Chapada Imperial dura 1 hora aprox. Boa parte do trajeto é asfaltado, mas, na parte final, a pista é de terra.

Sugiro utilizar os aplicativos Waze ou Google Maps para não se perder.

De qualquer forma, segue o caminho:

  1. Pegue a Estrutural e vire à direita na EPCT (DF-001), na altura do Pistão Norte (Taguatinga)
  2. Siga pela EPCT, pegando um trecho de estrada de terra, e vire à esquerda na DF-220.
  3. Após 5,4 km vire à direita na Entrada da Chapada Imperial. Você verá um portal de entrada e algumas placas indicando que é área de treinamento das polícias militares.
  4. Continue nessa estrada até chegar a sede da propriedade.
Entrada da Chapada Imperial
Entrada da Chapada Imperial

Fica a Dica!

  • Informe-se, antecipadamente, sobre os horários das trilhas.
  • Vá com calçados apropriados para caminhada e não esqueça seu chapéu.
  • Leve protetor solar e repelente.
  • Leve uma garrafa de água e lanche leve para se alimentar durante a caminhada.

Resumindo…

Pavão na Chapada Imperial
Pavão

Gostei muito de passar o domingo na Chapada Imperial. É uma excelente opção de escapada para os brasilienses e para os turistas que querem contato com a natureza nos arredores da capital federal. Se você aprecia as trilhas e cachoeiras no Cerrado, a Chapada Imperial vale a visita!

Author

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Write A Comment

Pin It