Se você nunca fotografou um ipê, é porque nunca teve a oportunidade de vê-lo florido! É impossível passar pela belíssima árvore, com suas flores amarelas, brancas ou roxas e não parar para buscar o melhor ângulo para uma foto.

Os ipês de Brasília são tombados como patrimônio ecológico do Distrito Federal. Venha visitar a nossa cidade e se encante com esse arco-íris da natureza! De fato, o contraste entre o céu azul de Brasília e as flores amarelas (minhas preferidas) é de tirar o fôlego.

Jânio Quadros, em 1961, quis declarar o ipê-amarelo como a flor símbolo do Brasil (PL 3.380/61). Na exposição de motivos, o Presidente da República argumentou que: “Trata-se, com efeito, de uma das mais belas flores das matas naturais brasileiras. Além disso, cresce de norte a sul do país e é sobejamente conhecida e admirada pelas populações do interior e da zona litorânea, pois tem sido cantada pelos nossos poetas e escritores”.


Sobre Brasília, leia também:

 


Qual a origem do Ipê?

Ipê Branco, Guará II, Brasília, Distrito Federal
Ipê-Branco no Guará II

O nome Ipê tem origem na língua tupi-guarani e significa casca dura. A árvore  pode alcançar 35 metros de altura e ter um tronco com 50 a 80 cm de diâmetro. Produz uma madeira forte, dura e resistente ao apodrecimento tendo  já sido usada em construção civil, naval, em vigas e em peças de marcenaria.

Pertencente à família Bignoniacecae, está presente em todas as regiões do Brasil. São mais de 100 espécies de ipês no país, sendo cerca de 35 nativas e as demais, originárias da América do Sul e Central.

Embora você possa encontrar ipês em Minas Gerais, no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Paraná, é no centro-oeste, principalmente em Brasília, que eles estão em maior quantidade e, para mim, mais bonitos, pois contrastam com o belíssimo céu azul.

Quais as cores das flores dos Ipês?

Ipê Roxo, Setor Bancário Sul, Brasília
Ipê Rosa no Setor Bancário Sul (SBS) em Brasília

Os ipês podem ter flores amarelas, roxas, rosas, brancas e verdes. Infelizmente, ainda não vi essas últimas.

As flores assemelham-se a pequenos funis e nascem em cachos. Por serem caducifólias, as árvores vão perdendo suas folhas que vão sendo substituídas pelas exuberantes flores de cores intensas.

Quando os Ipês florescem?

Ipê Roxo, Esplanada dos Ministérios, Brasília
Ipê Roxo, Esplanada dos Ministérios

A explosão de cores dos ipês começa no inverno e vai se alternando ao longo de 3 meses, dando um charme especial à paisagem urbana de Brasília.

Os primeiros a florescerem são os ipês roxos e os últimos, os verdes, conforme cronograma abaixo.

  • Ipê roxo –  de junho a setembro
  • Ipê amarelo – de agosto a setembro
  • Ipê branco –  de agosto a setembro
  • Ipê rosa – de setembro a outubro
  • Ipê verde –  em setembro

Quanto tempo dura a floração do Ipê?

Ipê Amareno no Centro Cultural do Banco do Brasil
Ipê-Amarelo no CCBB (artificial): as flores são de plástico

A floração dele é bastante rápida: dura em torno de 2 a 3 semanas apenas. A do ipê branco é ainda mais rápida, durando de 1 a 5 dias. Por isso, não demore muito para conseguir a sua foto de um ipê florido.

Passeios pelas ruas de Brasília entre os meses de julho e outubro sempre são  surpreendentes, pois sempre você verá novos ipês floridos onde antes não havia!

Onde ver os Ipês?

Ipê Amarelo, Eixo Norte e Sul, Brasília
Ipê Amarelo no Eixo Norte e Sul (Eixão Sul)

Brasília tem 230 mil ipês catalogados e a promessa de plantio de mais 40 mil mudas até início de 2022, segundo a Novacap.

No começo deste ano, duas mil mudas de ipês foram plantadas pela Estrada Parque Taguatinga (EPTG). A mudança na paisagem fez o local ganhar o apelido de “Ipê-TG” pela quantidade de árvores que vão colorir o local. São espécies das cores amarela, branca, rosa e roxa. (site: Agência Brasília)

A maneira mais fácil de encontrá-los é passeando pelas quadras do plano piloto, pelo eixo monumental e pelos diversos parques. É impossível não vislumbrar uma árvore florida enquanto passeia pela capital federal.

De qualquer forma, caso queira ser mais assertivo, existe um aplicativo, disponível para IOS e Android, o Ipêsidealizado pela professora de biologia Paula Sicsú, com o objetivo de incentivar o hábito brasiliense de procurar os ipês floridos e criar uma rota de visitação.

Com o aplicativo é possível saber onde estão os ipês, sua cor e a quantidade de flores. Os usuários também podem cadastrar os ipês que encontrarem e fazer upload de fotos. Vale conferir!

É possível ter Ipê em casa?

Ipê em Brasília
Os ipês podem chegar até 35 metros de altura

Quer ter um ipê para chamar de seu? Sim, é possível e pouco trabalhoso, entretanto, é necessário bastante espaço, tendo em vista o tamanho que a árvore pode atingir (até 15m no cerrado). Recomenda-se um distanciamento mínimo de 8 metros de qualquer edificação.

Você pode plantá-los em qualquer época do ano. Em Brasília eles costumam ser plantados no período de chuvas (outubro a março), para que as árvores já estejam mais aptas a enfrentar a seca da capital federal a partir  do mês de abril.

Ipê na culinária

Ipê Amarelo, Guará II, Brasília
Ipê Amarelo, ao lado da ciclovia do Guará II

Já pensou em comer uma flor de ipê? Eu nunca havia pensado até começar a escrever esta matéria!

As plantas alimentícias não convencionais (PANCs) vêm chamando a atenção dos chefs e entusiastas da culinária. A flor do ipê-amarelo, por exemplo, já se transformou em salada e até em um tempurá.

Segundo a reportagem do G1 com a gastrônoma Bell Villanova, as flores e folhas do ipê possuem propriedades anti-inflamatória e cicatrizante. Ficou animado para experimentar?

Resumindo

Além do turismo cívico, Brasília oferece muitas outras atrações para encantar o visitante. São inúmeros parques, cachoeiras e os belíssimos ipês. Não deixe de apreciá-los e fotografá-los na sua próxima vinda à capital federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

>>>