O Salto do Corumbá é o maior parque natural de Goiás e uma excelente opção de passeio para quem visita Pirenópolis. Também é uma opção de day trip para quem está em Brasília ou em Goiania. A atração é imperdível e recebeu o certificado de excelência do Tripadvisor por 5 anos consecutivos! O acesso ao parque é ótimo e feito totamente por rodovias pavimentadas.

A área de 11 alqueires foi aberta ao público há 30 anos. Possuiu excelente infraestrutura com hotel, área de camping, restaurantes, lanchonete e sorveteria. Tudo isso construído para que você possa aproveitar as cachoeiras, as piscinas, os 2 toboáguas e as diversas atrações radicais.

  • O lindíssimo mirante do Salto de Corumbá foi o local escolhido, em 2016, para ser o ponto de partida da tocha olímpica em Goiás.

O complexo do Salto do Corumbá é bem amplo! Prepare-se para andar bastante, mas o acesso à piscina, ao restaurante e a algumas cachoeiras é bem fácil, fazendo com que o local seja indicado para todas as idades. O parque também é pet friendly. Vimos vários cachorrinhos divertindo-se com seus donos por lá.

Confira a seguir as principais atrações do Salto do Corumbá e as dicas para aproveitar esse delicioso parque natural.

Mapa das Atrações, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Mapa das Atrações

Cachoeira do Salto

Cachoeira do Salto, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Cachoeira do Salto, Salto do Corumbá

A Cachoeira do Salto é a principal cachoeira do complexo e também seu cartão postal. Durante a pandemia, a entrada é controlada. A visita é feita em grupos, que são liberados a cada 40 minutos. Por isso, logo que chegar ao Salto do Corumbá, não deixe de reservar o seu lugar.

A trilha, de 1 km de extensão para chegar até a cachoeira, é fácil, porém apresenta pequenos trechos mais íngremes. O caminho todo é bem sinalizado, indicando um trajeto para pedestres e outro para os cavalos (no dia, não havia nenhum). Não se esqueça de levar sua garrafinha de água, pois não tem onde comprá-las na trilha.

No final da trilha há uma bifurcação. Para a direita, você segue para a cachoeira.  Para a esquerda, você segue para o mirante. A vista do mirante é de tirar o fôlego (foto em destaque). A Cachoeira do Salto, com seus 50 metros de altura, apresenta-se com toda a sua beleza e exuberância. O mirante é um ponto fantástico para as fotos.

Olhando para o lado oposto à cachoeira, você consegue ver o curso do rio Corumbá.

Vista do Rio Corumbá, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Rio Corumbá: vista a partir do Mirante (lado oposto à Cachoeira do Salto)

Quando estiver pronto, volte um pouquinho na trilha e desça a escadinha que fica à sua esquerda. Você chegará ao poço da cachoeira. Interessante notar que o poço não é fundo. Em todos os lugares que andamos, a água chegava aos joelhos, por isso, não tem desculpa para não receber a massagem gratuita proporcionada pela deliciosa queda d’água.

A energia nesse local é incrível! A cachoeira é tão esplêndida que foi capa da revista Traveler, da National Geographic, edição dezembro/2015.

Cachoeira da Gruta

Cachoeira da Gruta, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Cachoeira da Gruta: vista da Gruta

A outra atração, também muito visitada, é a Cachoeira da Gruta. Durante a pandemia, o acesso à gruta também é controlado.

Para chegar lá, você deve pegar uma trilha de 800 metros. A maior parte dela é tranquila, porém, a parte final exige um pouco mais de atenção. Há várias pedras escorregadias e poucos lugares para você se acomodar.  O ideal é deixar sua mochila numa das pedras e já entrar na água.

Poço da Cachoeira da Gruta, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Poço da Cachoeira da Gruta, Salto do Corumbá

Por estar num lugar que bate pouco sol, cercado pela natureza, as águas cristalinas do poço (quando fomos estavam escuras e com muitas folhas) são especialmente geladas, em torno de 10°C.

O poço é bem gostoso e tem 5 metros de profundidade. Na lateral esquerda, você encontra uma pequena gruta. Em geral, o acesso é feito pelo poço. Mas, se você for bem magrinho (mas bem magrinho mesmo), há uma fenda na pedra que dá acesso à gruta sem a necessidade de entrar na água.

Cachoeira do Ouro

Cachoeira do Ouro, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Cachoeira do Ouro, Salto do Corumbá

A Cachoeira do Ouro fica bem próxima à entrada do parque. Na parte de cima, há uma formação rochosa de onde você consegue apreciar toda a beleza da cachoeira. A cachoeira tem um visual incrível: um grande paredão de pedras com uma queda d´agua majestosa, que parece espuma branca.

Mas, se quiser entrar, precisará fazê-lo pela parte de baixo. Não é possível descer pelas pedras.

  • Um dos trajetos de tirolesa passa sobre a Cachoeira do Ouro (veja a seguir).

Outras atrações

Cachoeira do Rasgão

A cachoeira do Rasgão deve ser visitada junto com a Cachoeira do Salto. Há placas indicativas quando as trilhas se separam. O trajeto para essa cachoeira é bem difícil, sendo necessário passar por pedras lisas e escorregadias. A dificuldade não compensa. Não é uma cachoeira tão bonita (talvez porque estivéssemos em período de estiagem e ela não estivesse tao exuberante).

Parque aquático

Piscina, Salto do Corumbá
Piscina, Salto do Corumbá

O parque aquático é composto por 2 piscinas aquecidas e 2 toboáguas que fazem os olhos das crianças brilharem logo que os avistam. A primeira piscina fica bem próxima à entrada do complexo. Para chegar à segunda piscina e aos toboáguas, é necessário seguir em direção à entrada da Cachoeira da Gruta e subir mais um pouquinho.

Um dos toboáguas é fechado e mais radical, o outro, aberto. Ambos são bastante divertidos e as crianças não se cansam de subir e descer.

Ponte pensil

Ponte Pensil sobre o Rio Corumbá, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Ponte Pensil sobre o Rio Corumbá

Uma ponte sobre o rio Corumbá foi construída para que pudéssemos ter acesso ao início das trilhas, à fazendinha, ao pesqueiro e aos toboáguas. É muito divertido atravessar a ponte, embora chacoalhe bastante. Caso tenha medo de altura, você pode atravessar o rio a pé, pois ele é raso em determinados trechos.

Praia

Rio Corumbá, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Rio Corumbá, Salto do Corumbá

Há 3 pontos agradáveis para se banhar no rio Corumbá, conhecidos como “praia”. Um trecho de areia dá acesso às águas calmas, rasas e cristalinas do rio. Excelente lugar para as crianças e os pets brincarem.

Atividades Pagas

Aventura

  • Boia Cross: adoro subir numa boia e descer as corredeiras, mas, infelizmente, essa atração não estava funcionando devido à estiagem. O passeio dura em torno de 1h30min com uma descida de 1,2km pelo rio Corumbá. Os passeios acontecem aos finais de semana, de novembro a maio, em horários predeterminados. Crianças a partir dos 7 anos já podem embarcar nessa aventura.
  • Tirolesa: o circuito compreende 3 descidas incríveis. A sensação do vento batendo no rosto enquanto você “voa” por cima de paisagens belíssimas é indescritível. Você vai atravessar o rio Corumbá, passar por cima da Cachoeira do Ouro, e terminar com a tirolesa aquática na Cachoeira do Poço Rico. A atração funciona aos finais de semana em horários definidos. Crianças abaixo de 6 anos e pessoas acima de 100kg não podem participar dessa atividade. Preço R$ 50,00.
  • Rapel: se você já ficou apaixonado pela beleza da cachoeira do Salto, imagine fazer um rapel nos seus paredões de 50 m! A atividade tem duração média de 1 hora e funciona aos finais de semana das 9h às 14h. A idade mínima é 10 anos. O preço é R$ 100,00 e um passeio de tirolesa está incluído.
  • Arvorismo: trajeto de 500 metros em meio à natureza, suspenso por cordas e cabos de aço, passando por passarelas, redes e trilhas. Essa aventura não requer habilidades específicas e pode ser realizada por crianças a partir de 5 anos. O preço é R$ 20,00.

Passeio a Cavalo

Estábulo, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Estábulo, Salto do Corumbá

Caso queira visitar a Cachoeira do Salto ou a do Rasgão sem fazer trilha, você pode ir a cavalo. Os passeios ocorrem aos finais de semana, das 9h às 16h, e tem duração de 40 min a 1 hora e trinta minutos dependendo do itinerário escolhido. Trata-se de uma atividade paga, porém, quando visitamos, não estava disponível  devido à pandemia.

Pesque e solte

Para quem curte a tranquilidade de uma pescaria, existe um local específico para essa prática. Você pode realizar a pesca esportiva (pesca o peixe e o devolve ao lago) ou a pesca por quilo. Nessa segunda modalidade, você pode ficar pescando pelo período de 1 hora e paga pelo que você pescou. O pesqueiro está aberto todos os dias das 8h às 17h. Atividade paga.

Alimentação

Restaurante Caraíbas, Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Restaurante Caraíbas, Salto do Corumbá

Existe no local um restaurante (Restaurante Caraíbas) que serve comida caseira goiana a quilo. Durante nossa visita, em outubro de 2020, o quilo custava R$ 42,90. Achamos que compensou. A comida era simples e saborosa. Havia uma grande variedade de saladas e alguns grelhados.

Caso não queira almoçar, existe um bar que serve petiscos, lanches e bebidas, além de um quiosque com sorvete e guloseimas.

Hospedagem

Embora seja bem perto de Pirenópolis, algumas pessoas podem optar por se hospedar no complexo para aproveitar a tranquilidade que o local oferece. Você pode hospedar-se no hotel ou simplesmente acampar dentro da propriedade.

Como chegar ao Salto do Corumbá?

Portaria do Salto do Corumbá, Corumbá de Goiás
Portaria do Salto do Corumbá

Salto do Corumbá está localizado no município de Corumbá de Goiás – GO. Você pode fazer um day trip a partir de Brasília, que fica a 120 km (pela BR-70 e depois BR-414) ou, a partir de Goiania, que fica a 123 km (pela BR-153 e depois BR-414).

Você ainda pode aproveitar a estadia em Pirenópolis e conhecer esse belíssimo complexo. Foi o que nós fizemos. Partindo de Pirenópolis são 31 km, em estrada asfaltada. Não é necessário pegar estrada de terra! Ou seja, o acesso é bem melhor que o da maioria das cachoeiras de Pirenópolis.

Mapa: Como chegar ao Salto do Corumbá a partir de Pirenópolis
Como chegar ao Salto do Corumbá a partir de Pirenópolis (fonte: Google Maps)

Na rotatória de entrada principal de Pirenópolis (onde tem o letreiro escrito Pirenópolis), pegue a rodovia GO-225. Dirija por 16,8 km no sentido Corumbá de Goiás.  Antes de chegar à cidade, faça uma rotatória cruzando a pista à esquerda e pegue a Rua da Bagagem (que dá acesso à BR-414). A partir da rotatória, siga adiante por 13,3 km e você já estará na Portaria do Salto do Corumbá.

Na portaria, o visitante precisa fazer sua identificação. Após a identificação, você recebe uma pulseirinha que lhe dá acesso ao parque. No período da pandemia, o número de ingressos está limitado, por isso, é necessário comprá-lo com antecedência.

Você pode estacionar dentro do parque, mas há também um estacionamento na área externa.

Informações úteis

  • Endereço: Rodovia BR 414, km 383, Zona Rural, Corumbá de Goiás – GO.
  • Telefone: (62) 3334-8226
  • Valor do ingresso: R$ 50,00 nos dias de semana e R$ 65,00 nos finais de semana e feriados.
  • Adquira seu ingresso no site do complexo.

Blogagem Coletiva

Este post faz parte de uma blogagem coletiva do grupo Viagens por Escrito com o tema Lugares para onde quero voltar! Não deixe de conferir outros lugares incríveis postados por nossas amigas.

6 Comentários:

  1. Adorei suas dicas para conhecer o Salto de Corumbá. Não sabia desse lugar tão lindo no meio do cerrado. Espero um dia conhecer.

    1. Cecilia, é um lugar ótimo para a família toda. Quero trazer minha sobrinha… as crianças adoram os esportes de aventura rsrs. Bjo

  2. Lu, que delícia de lugar, não conhecia! Amei as dicas e vou guardar aqui pra quando puder visitar o Salto de Corumbá! Beijos!

  3. Já gostei de que tem opção para acampar no Salto do Corumbá. Certeza que será nossa escolha! Sabe dizer se quem acampa precisa pagar também o ingresso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

>>>