Santiago do Chile é uma cidade impressionante. O contraste entre a Cordilheira dos Andes e as construções modernas da cidade encanta qualquer turista. Além disso, a gastronomia, os vinhos, a hospitalidade do povo chileno e aquele friozinho agradável só nos fazem querer passar mais tempo por ali.

Se isso não bastasse, a cidade, na sua maior parte, é limpa e organizada, e está repleta de atrações turísticas, tanto no verão, quanto no  inverno. Tudo isso a apenas 4 horas de voo de São Paulo ou 5 horas do Rio de Janeiro.

Já falamos sobre o que você NÃO deve fazer em Santiago (leia aqui). Agora, neste post vamos falar o que você DEVE fazer nesse incrível destino turístico.

Essas são as dicas essenciais para sua viagem a Santiago do Chile. Confira!

1.Hospede-se próximo à Estação Tobalaba

Num post anterior, já falamos que você não deve se hospedar na região central de Santiago, mesmo que os preços das diárias por lá estejam mais em conta.

Recomendamos que se hospede próximo à Estação Tobalaba do Metro. A estação fica entre as regiões de Providência Las Condes. É uma área limpa e agradável.

Não fica tão distante do centro, nem distante da agradável região de Las Condes.

Além disso, a estação é servida por duas linhas de metrô, o que facilita bastante a sua vida, pois diminui o número de conexões que você terá que fazer nos seus deslocamentos pela cidade.

Nas proximidades da Estação, você encontra o Mall Costanera Center e, um pouco mais distante, está o Parque Bicentenário. É possível ir caminhando a essas duas atrações.

Seguem algumas sugestões de hotel e apartamentos para se hospedar na região:

Com diárias em torno de R$ 300,00

Com diárias em torno de R$ 450-600

  • Observação: As avaliações das acomodações são as do site Booking.com. Os valores das diárias podem variar com a data e com a cotação do dólar.

2. Compre a Tarjeta Bip

Tarjeta Bip é semelhante ao Bilhete Único em São Paulo ou no Rio de Janeiro. É um cartão de transporte recarregável que permite que você utilize o metrô e o ônibus na cidade de Santiago. É útil, pois evita que você tenha que comprar o bilhete a cada viagem.

Em Santiago, considerando o trânsito da cidade, recomendo que você use o metrô, que é um meio confortável de transporte.

Além disso, mais de uma pessoa pode utilizar o mesmo cartão. O único inconveniente disso é que no uso combinado (ônibus + trem), que confere um desconto na passagem, será concedido o desconto apenas uma vez.

3. Não deixe de …

… visitar uma vinícola em ou nos arredores de Santiago

Vinícola Cousiño Macul, Santiago, Chile
Vinícola Cousiño Macul

Um dos principais atrativos de Santiago é suas vinícolas. Amante do vinho ou não, você vai adorar conhecer o processo de produção dos vinhos, desde a coleta e seleção das uvas, até a fermentação, armazenagem e engarrafamento. No final, há sempre uma degustação que é o ponto alto da visita.

Há várias vinícolas próximas a Santiago, que podem ser visitadas por conta própria, sem a necessidade de contratar tours com agências. Cito, por exemplo, a Concha y Toro, a Santa Rita, a Undurraga, a Cousiño Macul, a Perez Cruz e a Santa Carolina.

… visitar o Cerro San Cristobán

Estátua da Imaculada Conceição, Cerro San Cristobán, Santiago, Chile
Estátua da Imaculada Conceição, Cerro San Cristobán

Cerro San Cristobán faz parte do Parque Metropolitano de Santiago e é um dos pontos mais altos da cidade, o que proporciona uma interessante vista da cidade. De um lado, você vê as belíssimas cordilheiras e do outro o centro da cidade (vai notar a poluição).

Junto ao Cerro, fica o Zoológico Nacional do Chile (para acessá-lo você tem que pegar o funicular a partir do bairro BellaVista, o Zoológico fica numa estação intermediária).

No topo, fica o Santuário da Imaculada Conceição, onde fiéis católicos se aglomeram nas proximidades da imagem da Virgem de 14 metros que fica no topo do Cerro.

Santuário da Imaculada Conceição, Cerro San Cristobán, Santiago, Chile
Santuário da Imaculada Conceição, Cerro San Cristobán

No Cerro, há diversos jardins e, ainda, um anfiteatro para mais de 1000 pessoas.

Para chegar ao Cerro Sán Cristobán, você tem duas opções: por Funicular, a partir do Bairro Bella Vista, ou por Teleférico, a partir do outro lado do Parque – Estação Oasis (entrada pela Av. Pedro de Valdivia).

… fazer o passeio de Teleférico

Vista de Santiago do Chile a partir do Cerro San Cristóbal
Teleférico em Santiago do Chile: vista a partir do Cerro San Cristóbal

Teleférico Parque Metropolitano é uma das atrações mais interessantes em Santiago. Foi reinaugurado em novembro/2016 após ficar 7 anos sem operação por problemas técnicos.

A vista da cidade em contraste com as montanhas é simplesmente impressionante.

São três estações: Oasis (no plano), Tupahue e Cumbre (no topo do Cerro San Cristobán)

Uma opção interessante de trajeto é:

  1. Embarcar em Oasis (uma caminhada desde a estação Pedro de Valdivia);
  2. Subir de Teleférico até o Cerro San Cristobán, onde fica o Santuário da Virgem e;
  3. Descer de Funicular até o bairro BellaVista (Estação Pio Nono), aproveitando um dos restaurantes da Rua Constitución.

O funicular também tem três estações: Cumbre, Zoológico e Pio Nono.

… apreciar a vista da Cordilheira dos Andes

Vista da Cordilheira dos Andes a partir do bairro Las Condes, Santiago
Vista da Cordilheira dos Andes a partir do bairro Las Condes

Em vários pontos da cidade (no hotel, no Cerro San Cristobán, no Teleférico, nas ruas, etc.) e até mesmo voando para o Chile, algo que você não pode deixar de fazer é parar um instante para apreciar a belíssima vista da Cordilheira dos Andes, cujos topos, mesmo no verão ficam cobertos de neve.

Desde a primeira vez que fui a Santiago, em 2009, não me deixo de encantar pela magia, pela beleza dessa imensa cadeia montanhosa.

… ter uma experiência gastronômica no Peumayen Ancestral Food.

Peumayen Ancestral Food, Santiago, Chile
Peumayen Ancestral Food

O Peumayen Ancestral Food não é um restaurante, é uma experiência gastronômica. Fica na Rua Constitución, no bairro BellaVista, famosa por seus diversos restaurantes, tais como, o Como Água para Chocolate, e os do Patio BellaVista.

No Ancestral, promove-se a culinária dos povos antigos do Chile. Trata-se de uma sequência de pratos de todas as regiões do país, de norte ao sul do Chile.

4. Fazer câmbio na Av. Pedro de Valdivia

Para Santiago, recomendo levar dólares americanos. Em alguns locais turísticos, é possível pagar, inclusive, com moeda estrangeira. Mas, se precisar fazer câmbio, evite as lojas de câmbio do aeroporto ou de shoppings centers.

As melhores cotações que encontrei foram em lojas de câmbio situadas nas proximidades da Estação de Metrô Pedro de Valdivia, na esquina entre a Av. Providencia com a Av. Pedro de Valdivia.  São várias lojas, pesquise para ver qual a cotação mais vantajosa!

Você, certamente, vai ter que descer nessa Estação para pegar o Teleférico, portanto, aproveite a oportunidade para fazer o Câmbio.

5. Aproveite os descontos para turistas nos Shoppings Centers

Parque Arauco, Santiago, Chile
Parque Arauco

Alguns shoppings centers em Santiago, como o Parque Arauco e o Costanera Center, dispõem de descontos especiais para turistas, que giram em torno de 10 a 15%. Não deixe de aproveitar!

Você deve identificar-se no balcão de informações do Shopping e os atendentes informarão as lojas e restaurantes que dispõem dessas ofertas.  Eu mesmo aproveitei descontos em torno de 10% em restaurantes de ambos os shopping malls.

6. Viaje para Santiago, Chile com Pontos

Guarulhos - Santiago com Pontos
Guarulhos – Santiago com Pontos

Atualmente, há duas empresas aéreas brasileiras fazem voos para Santiago: Gol e Latam. Recentemente, a Emirates também passou a fazer esse trajeto. A companhia low-cost Sky Airlines também passou a operar voos entre o Brasil e Santiago. A oferta de voos é grande o que torna a viagem bem em conta.

Uma opção é viajar comprando a passagem com pontos/milhas aéreas. Na Multiplus (atual Latam Pass), por exemplo, comprei trechos de Guarulhos (GRU) até Santiago (SCL) a partir de 10 mil pontos, na classe econômica, e 30 mil pontos na Classe Executiva [para voar em julho/2017].

Na Gol, já encontrei trechos por 8.100 pontos Smiles, na classe econômica. Mas, não há tantas opções de voo por esse montante quanto na Multiplus.

7. Compre um chip de celular local

Telefone Celular

Sempre recomendo que, ao viajar ao exterior, compre um chip de celular local (SIM CARD) e para Santiago, não seria diferente. Geralmente, comprar um chip pré-pago no destino é mais barato e eficiente do que habilitar o seu chip nacional para ser usado no exterior.

Com o celular funcionamento, em especial, com os dados móveis, você pode, dentre outras coisas, utilizar aplicativos de transporte (Uber, Cabify, etc.), pesquisar pontos turísticos, restaurantes, lojas, etc, bem como entrar em contato com os demais integrantes do grupo com quem você está viajando ou até mesmo postar as suas fotos nas redes sociais.

Não recomendo que você compre um chip logo no Aeroporto de Santiago. Tudo no Aeroporto costuma ser mais caro. Procure uma loja na região central ou em um shopping center. Há várias operadoras no Chile, dentre as quais, destaco a Movistar e a Claro.

  • Fique atento: alguns chips pré-pagos te oferecem um bônus para utilizar redes sociais (Instagram, Facebook, etc.).

8. Compre vinhos chilenos

Vinhos Chilenos, Viña Vik
Vinhos Chilenos, Viña Vik

Se há algo que vale a pena comprar no Chile é o vinho chileno. Os preços no Brasil podem chegar até 3 vezes o preço no Chile.

Um vinho como o Marques de Casa Concha, da vinícola Concha y Toro, que custa em torno de 100 reais nos supermercados do Brasil, sai em torno de R$55 (11 mil pesos) nos supermercados de Santiago.

Um outro, o Terrunyo, também da Vinícola Concha y Toro, custa em torno de R$ 105, no Chile (21 mil pesos) e R$ 220,00 no supermercado mais barato no Brasil.

Recomendo também os vinhos Cabernet Sauvignon da Viña Montes, do Vale del Conchagua.

  • Dica: pesquise os preços e dê preferência aos vinhos com maior diferença de preço. Lembre-se que o limite quantitativo de bebidas alcoólicas permitido pela Alfândega Brasileira é de 12 litros.

Duas últimas dicas ….

Se for viajar dentro do Chile, evite utilizar a Latam, pois é a companhia mais cara operando no país. Atualmente, há duas opções low-cost no Chile e de boa qualidade: a Sky Airline e a Jet Smart.

Não leve frutas, alimentos, ou outros produtos de origem animal ou vegetal do Brasil. Todas as bagagens passam pelo Raio-X na alfândega do Aeroporto de Santiago. Diferentemente do Brasil, quem for pego com esse tipo de produto recebe uma multa e não é pequena.

E boa viagem!

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Escreva seu Comentário

Pin It