Eslovênia é um pequeno país do leste-europeu, mas com muitas cidades e atrações encantadoras. Dentre esses encantos, destacam-se lagos, parques nacionais, cavernas, castelos e também a belíssima capital Liubliana (Ljubliana).

A Eslovênia integra a União Europeia, a Zona Schengen e a Zona do Euro, o que facilita a em muito a vida dos turistas, que não precisam trocar dinheiro, fazer imigração ou alfândega para viajar de (ou para) um país da Europa Ocidental (não foi o nosso caso, pois viajamos da Croácia).

Neste post, contamos como foi a nossa viagem à Eslovênia. Ljubliana foi a nossa base para explorar o país. Ficamos 4 dias por lá,  fazendo um bate e volta para Postojna, Predjama, Bled e ainda fomos conhecer Trieste, na Itália.

Dia 1

Acordamos cedo em Zagreb. Era dia de partir para a Eslovênia.

Alugamos um carro na locadora Fleet, loja que fica no Hotel Sheraton em Zagreb, na Croácia, a poucas quadras do nosso hotel.

A Croácia ainda não está no Espaço Schengen, tal como a Eslovênia. Por isso, temos que passar pela Imigração toda vez que entrar e sair do país em direção à Eslovênia.

Ao entrar na Eslovênia de carro, você tem que comprar um selo-pedágio (Vignette). O selo custa 15 Euros por 7 dias.

  • Dica: Compre a Vignette logo após passar a imigração para evitar multas.

Castelo de Otočec

A primeira parada no caminho foi no Grad OtočecCastelo de Otočec, na Eslovênia, onde atualmente funciona um hotel.

O castelo, que remonta ao século XIII, fica em uma pequena ilha no Rio Krka, sendo o único da espécie na Eslovênia.

Se estiver passando por lá, não deixe de fazer uma visita. Mesmo com o tempo ruim, pudemos tirar boas fotos.

Cavernas de Postojna

Cavernas de Postojna, Eslovênia
Cavernas de Postojna, Eslovênia

O trajeto de Zagreb até Ljubliana dura 2 horas. Mas, sem parar por Ljubliana, seguimos direto para Postojna, para visitar as famosas Cavernas de Postojna, uma das principais atrações da Eslovênia, segundo o Tripadvisor.

As Postojna Caves são um imenso sistema ou rede de cavernas subterrâneas (21 km de extensão).

Postojna Caves
Parque em frente às Cavernas de Postojna, Eslovênia

Para chegar às cavernas, passamos por um belíssimo parque, por um hotel e por um ponto de apoio, onde você pode fazer refeições e comprar os ingressos.

Entrada das Cavernas de Postojna
Entrada das Cavernas de Postojna

A partir desse ponto de apoio, são 5 a 10 minutos de caminhada até a entrada da atração.

  • Dica: Achei um pouco desorganizadas as filas na entrada. Fique atento!
Cavernas de Postojna, Eslovênia
Cavernas de Postojna, Eslovênia

As visitas são guiadas por lugares incríveis cheios de estalactites e estalagmites, além de túneis, grutas e halls com acústica excelente.

  • Sabe qual a diferença entre estalactites e estalagmites? Ambas são formações minerais encontradas em cavernas. “As estalactites pendem do teto na forma de cones pontudos. Já as estalagmites têm aspecto parecido, mas crescem no sentido contrário, do chão para cima. Ambas surgem porque as rochas calcárias das regiões de cavernas costumam ser bastante solúveis – ou seja, facilmente dissolvidas pela água.” (Fonte: Mundo Estranho/UOL)
Cavernas de Postojna, Eslovênia
Cavernas de Postojna, Eslovênia

Um incrível passeio de uma hora e meia. Não é à toa que é a principal atração turística da Eslovênia.

Trem nas Cavernas de Postojna, Eslovênia
Trem nas Cavernas de Postojna, Eslovênia

Parte do passeio é feito em um trenzinho aberto (cuidado com a cabeça, pois passa próximo a paredes e túneis) e parte é feito a pé pelos caminhos dentro da caverna.

  • Dica: É possível comprar tickets combinados. Para visitar as Cavernas de Postojna e o Castelo de Predjama, você paga 31,90 Euros. Além disso, fique atento aos horários: no dia em que visitamos, o último passeio saia às 14hs.

A seguir, veja uma amostra do nosso percurso pelas Cavernas.

Castelo de Predjama

Depois seguimos para o Castelo de Predjama (foto em destaque), um castelo medieval que fica incrustado numa Rocha de 123 metros de altura. Começou a ser construído no Século XIII e fica a apenas 9 km das Cavernas de Postojna.

Castelo de Predjama, Eslovênia
Castelo de Predjama

Na entrada, você recebe um áudio-guia para auxiliar a visita, que deve ser feita por conta própria. Passa por diversas dependências, reconstruídas, onde pode observar os móveis e manequins representando as épocas antigas. São vários andares. Prepare-se para subir escadas!

Castelo de Predjama, Eslovênia
Castelo de Predjama

Particularmente, gostei mais das cavernas. Esperava mais do interior do Castelo. Mas, a vista de fora é bem interessante.

Numa lojinha na parte externa do castelo, são comercializados alguns vinhos locais baratos (até 5 Euros). Mas, não são tão bons assim. Na verdade, não são nada bons, a vendedora recomendou misturar com Coca-Cola caso não gostássemos do vinho! É sério!!!

Voltando para Ljubliana

Fomos então para Liubliana, e ficamos hospedados no Hotel Four Points by Sheraton Ljubliana Mons. É um hotel de negócios, bom, mas afastado do centro da cidade. Fica às margens de uma rodovia, o que facilita o acesso a outras cidades da Eslovênia.

De taxi até a cidade, você irá pagar 6 Euros, segundo o atendente da recepção. Mas, havíamos alugado um carro, seguimos dirigindo até o centro da cidade.

Ficamos um pouco perdidos no centro da cidade. E como estávamos sem internet 3G (nosso chip era da Croácia), só restou usar o Maps Google off-line. Para ajudar, a noite estava bem triste, fria e meio chuvosa. Péssima impressão da cidade! Ainda bem que nem sempre a primeira impressão é a que fica!

  • Dica: no centro de Liubliana, recomenda-se estacionar no estacionamento subterrâneo na Praça do Congresso (Park Zvezda). Não há muitas opções de estacionamento no centro de Liubliana.

Nos indicaram o restaurante Druga Violina. Entretanto, não gostei muito do atendimento e das mesas que ficavam na parte de fora. Por isso, saímos em busca de outra opções.

Jantamos no restaurante ‘Altroke‘ (a foto acima foi tirada durante o dia). Comi um Filet de peixe Dory. Prato Excelente! Acompanhado de um vinho local. O restaurante tem dois ambientes e bom atendimento!

  • Dica: a Stari Trgovina (Stari Trg) é uma rua de pedestres (calçadão) com vários restaurantes. Fica paralela ao Rio Liublinica.

Dia 2

Franja Partisan Hospital

Franja Partisan Hospital, Eslovênia
Franja Partisan Hospital

No segundo dia na Eslovênia, visitamos o Franja Partisan Hospital, um hospital clandestino durante a Segunda Guerra Mundial. Os Partisans eram um movimento de resistência à ocupação nazista. Mas, o hospital atendia tanto soldados feridos dos Aliados quanto do Eixo.

  • “Após a capitulação da Itália no outono de 1943, o Dr. Viktor Volčjak e um grupo de combatentes começaram a construir um novo hospital no desfiladeiro de Pasice pouco acessível em Dolenji Novaki, na região de Cerkno, sob o conselho de um habitante local, Janez Peternelj. Com a assistência dos habitantes locais, o hospital foi construído gradualmente até o final da guerra, quando 14 cabanas de madeira e várias instalações auxiliares foram espremidas no fundo da cavidade ao lado da corrente de Čerinščica.   Já durante a guerra, o hospital recebeu o nome de Franja Bojc Bidovec, médica partidária que administrou o hospital pelo período mais longo. 578 pessoas gravemente feridas foram tratadas na instalação central, hoje conhecida como o Hospital Franja Partisan, e cerca de 300 pessoas feridas foram tratadas em outras unidades deslocadas. Entre os feridos, além de eslovenos, também membros de ex-nações iugoslavas e soviéticas, italianos, poloneses, franceses, dois austríacos e dois americanos” (Fonte: Site do Museu)
Franja Partisan Hospital, Eslovênia
Franja Partisan Hospital

O hospital ficava entre rochas, num local escondido, por onde passava um riacho. Os nazistas tentaram descobrir o hospital, mas não conseguiram. Hoje, ali funciona um museu.

As unidades do hospital eram feitas de madeira e algumas delas foram restauradas para o museu.

Franja Partisan Hospital, Eslovênia
Franja Partisan Hospital

Sem dúvida, vale uma visita! Vale a pena ver como a solidariedade humana se manifesta em épocas difíceis.

O hospital-museu fica a 1h20min de carro de Liubliana.

  • Dica: não deixe de usar o Google Maps para chegar ao Museu, caso contrário, será muito difícil encontrar o local.

No caminho, entretanto, ninguém sabia dar informações. Estacionamos e só encontramos um café fechado. Para chegar lá, é necessário trafegar por ruas estreitas, de mão dupla.

A partir do café, ainda tem uma boa caminhada com subidas até chegar à entrada do hospital/museu propriamente dito.

  • A entrada do museu custa 5 Euros.
  • Horário de abertura: De 1° de abril até 30 de setembro, o hospital está aberto das 9 às 18hs e de 1° de outubro até 31 de outubro, das 9 às 16hs. Entre 1° de novembro e 31 de março, o hospital está aberto com boas condições climáticas (certifique-se com o museu).

Mais informações, clique aqui.

Lago Bled

Lago Bled, Eslovênia
Lago Bled, Eslovênia

Seguimos, então, para o Lago Bled, aproximadamente 1 hora de carro de lá. Tudo com auxílio do aplicativo Maps Google.

Lá em Bled, foi difícil encontrar lugar para estacionar. Contornamos o lago e paramos num estacionamento nas proximidades de onde estavam estacionados alguns barcos (prox. Restaurante Area Bled). O estacionamento custou 5 Euros.

  • Dica: Leve moedas de Euros, pois os parquímetros não aceitam notas.
Barcos para a Ilha Bled, Eslovênia
Barcos para a Ilha Bled, Eslovênia

Pegamos, então, um dos barcos até a ilha central. Preço 14 Euros por pessoa.  Caro, mas não conseguimos negociar um desconto com o barqueiro. Não teve jeito!

É quase uma ‘gondola’. O barqueiro rema até a ilha, onde permanecemos por 40 min.

Ilha Bled, Eslovênia
Ilha Bled, Eslovênia

No alto da ilha, havia um café, igreja, e, acima de tudo, uma vista interessante do lago e das montanhas.

Veja a vista do interior do Café para o Lago Bled! Fantástica, não?

Vista do Café na Ilha do Lago Bled
Vista do Café na Ilha do Lago Bled

Definitivamente, vale a visita! Lá embaixo nosso barco estava esperando por nós, com essa incrível vista das montanhas …

Barcos na Ilha Bled, Eslovênia
Barcos na Ilha Bled, Eslovênia

Castelo de Bled

Castelo de Bled, Eslovênia
Castelo de Bled, Eslovênia

O Castelo de Bled é considerado o castelo mais antigo da Eslovênia, remonta ao começo do século XI.

Retornamos para o estacionamento e seguimos de carro para o Castelo de Bled, um castelo medieval localizado no alto de uma montanha às margens do Lago Bled.  É possível subir à pé até o Castelo, mas haja preparo físico. Lá foi mais fácil estacionar. A entrada no castelo custa 10 Euros.

Castelo de Bled, Eslovênia
Castelo de Bled, Eslovênia

Do Castelo, a vista do lago e da cidade de Bled é simplesmente indescritível!

 

 

No local, há um museu que conta a história da construção desde os primeiros assentamentos até os dias atuais.

Além disso, há um restaurante onde os clientes podem usufruir da belíssima vista do lago enquanto apreciam uma deliciosa comida. Além disso, há lojas de souvenir e de vinho no local.

  • Dica: Faça a reserva para almoçar ou jantar no restaurante e você não precisará pagar a entrada do castelo. Economia de 10 Euros! Não se esqueça de pedir uma mesa com vista para o lago.

Já pensou em se casar num Castelo? Então… lá é o lugar!

Casamento no Castelo de Bled, Eslovênia
Casamento no Castelo de Bled, Eslovênia

Enfim, a visita ao Castelo de Bled é imperdível! Ah, no Castelo tem wifi gratuito!

Para saber mais, clique aqui.

Ostarija-Restaurant Babji Zob

Ostarija-Restaurant Babji Zob, Bled, Eslovênia
Ostarija-Restaurant Babji Zob

Decidimos jantar no Ostarija-Restaurant Babji Zob, próximo à Praça (ou parque) Zdraviliski, não muito distante do Castelo de Bled. É considerado o 6° melhor restaurante de Bled pelo Tripadvisor.

Na nossa opinião, o melhor custo-benefício. Bom e barato! Excelente atendimento e bonita decoração!

Como eu sou fã de Risoto, não deixei de provar um.

Risoto no Ostarija-Restaurant Babji Zob, Bled, Eslovênia
Risoto no Ostarija-Restaurant Babji Zob

Os preços dos vinhos eram muito bons também. Uma taça custava em torno de 1,50 Euros, enquanto que na maioria dos outros restaurantes girava em torno de 4 ou 5 Euros.

Feita a refeição, retornamos para Liubliana. O trajeto leva aprox. 45 minutos de carro, pela E61 (uma rodovia boa).

Nesse dia, percebi quantas atrações legais você pode aproveitar na Eslovênia! O dia foi ótimo!

Dia 3

Ljubliana

Ljubliana, Eslovênia
Ljubliana, Eslovênia

Apesar de hospedados em Ljubliana, deixamos para melhor explorá-la apenas no último dia.

Fizemos checkout no Hotel e seguimos de carro para o centro da cidade.

Confesso que não tinha sido boa a minha primeira impressão da capital e maior cidade da Eslovênia (280 mil hab.). Havíamos chegado à cidade numa noite fria, cidade vazia e meio morta. Construções tristes. Difícil encontrar lugar para estacionar o carro, difícil encontrar um lugar para comer. Tudo conspirava contra! Até alterei meu roteiro de viagem em função disso, dedicando apenas esse último dia para visitar a cidade.

Ponte dos Dragões, Ljubliana, Eslovênia
Ponte dos Dragões – Ljubliana

O dragão é o símbolo da cidade de Liubliana, que aparece na torre do Castelo e na chamada Ponte dos Dragões (Dragon Bridge). Simboliza poder, coragem e grandeza (fonte: wikipedia).

Mas aqui não vale o ditado “a primeira impressão é a que fica”. E nessa manhã de sábado, contrariando todas as expectativas, a bela Liubliana finalmente apareceu …

Rio Lublianica, Ljubliana, Eslovênia
Rio Lublianica – Ljubliana

… foi às margens do Rio Lublianica, que divide o centro da cidade em dois. E apareceu viva, com um sorriso no rosto, repleta de gente de tudo quanto é tipo: adultos, crianças, pessoas com necessidades especiais, turistas e locais. Quase não dava para caminhar …

Festival de Comida Bósnia, Ljubliana, Eslovênia
Festival de Comida Bósnia, Ljubliana

No dia, havia um Festival de Comida Bósnia, com variados doces e um café típico, muito bom, muito semelhante a um café turco.

Mas, havia outros eventos acontecendo pela cidade: feiras de artesanato, de frutas e vegetais, produtos de leite, etc. Comprei uma caixa de morangos gigantes, simplesmente deliciosos!

Às margens do rio, havia, ainda, diversos bares e restaurantes, local ideal para apreciar a beleza da cidade. Mas, não ficava só aí.

As ruas laterais, as praças, pontes e construções, todas tinham seu encanto especial.

Ljubliana Free Walking Tour

Participamos do The Ljubliana Free Tour, que é um tour feito por voluntários pela região central da cidade. Os tours são a pé e partem diariamente às 11hs da Prešeren Square em frente à Ponte Tripla e à Igreja Franciscana da Anunciação. No final do roteiro, você dá uma gorjeta ao guia, porque, afinal, “não existe almoço grátis”!

Praça do Congresso, Ljubliana
Praça do Congresso, Ljubliana

O roteiro inclui, dentre outras atrações, a Prešeren Square, a Praça do Congresso, a Town Square, a Ponte Tripla, a Ponte dos Dragões, a Ponte dos Sapateiros, o Mercado, a Catedral, a Prefeitura, a Biblioteca Nacional, dentre outras atrações.

Ponte Tripla

Ponte Tripla, Ljubliana
Ponte Tripla, Ljubliana

A ponte tripla (Tromostovje) é um grupo de três pontes no centro de Ljubliana conectando as margens do Rio Ljubliana. No passado, havia apenas uma ponte que era fundamental para a ligação entre a Europa Central e a Região dos Balcãs. Tal a importância dessa ligação, foram construídas, posteriormente, duas pontes laterais para pedestres, ficando a central para os veículos e carruagens. Essa extensão foi projetada pelo famoso arquiteto esloveno Jože Plečnik. Atualmente, a ponte tripla é dedicada apenas aos pedestres.

Restaurante Valvas’or

Restaurante Valvas'or, Ljubliana
Restaurante Valvas’or, Ljubliana

Almoçamos no Restaurante Valvas’or, que fica na Stari Trg, rua dos restaurantes paralela ao rio. Excelente opção!

Restaurante Valvas'or, Ljubliana
Restaurante Valvas’or, Ljubliana

No horário do almoço, havia a opção do Set Menu: sopa de Brocoli, salada, Peixe com Polenta, e sobremesa (creme com geleia de morango). Acompanhamos com um vinho Pinot Noir do Vipava Valley. Tudo excelente! Conta para 4 pessoas: 87.10 Euros.

Bares e Restaurantes às Margens do Rio - Ljubliana
Bares e Restaurantes às Margens do Rio – Ljubliana

O dia estava lindo! Aproveitei para dar uma volta pela cidade às margens do rio, comprar uns vinhos no supermercado e tirar algumas fotos.

Castelo de Ljubliana

Castelo de Ljubliana
Castelo de Ljubliana (Creative Commons)

À tarde, uma visita ao Castelo de Ljubliana. A entrada custa 7.50 Euros. Mas, para subir até lá você deve pegar um funicular (opção mais conveniente). O funicular custa 4 Euros ida e volta. O que adorei foi a vista da cidade a partir do Castelo!

Vista a partir do Castelo de Ljubliana
Vista a partir do Castelo de Ljubliana

Resumindo: vale a pena visitar a Eslovênia!

A Eslovênia é linda e recebe bem o turista!

Vale reservar de 2 a 3 dias só para conhecer Ljubliana, a sua capital. Suas principais atrações são a Cidade Antiga, o Castelo de Ljubliana, no alto de uma colina, a Ponte tripla, a Catedral, a Igreja da anunciação, o Parque Tivoli e a Praça do Congresso. Não deixe de visitar, também, o Museu das Ilusões (eu visitei-o em Zagreb, é ótimo!).

Recomendo utilizar a cidade como base para explorar as demais atrações da Eslovênia, como as Cavernas de Postojna, o Castelo de Predjama e a cidade de Bled. Por ser um país pequeno, é possível fazer day trips para as suas principais atrações. Foi ótimo ter conhecido mais este país encantador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

>>