Arrumar a mala para viagem é uma arte. Nada pior que esquecer aquela sua calça preferida ou, ainda, ficar carregando uma mala pesada em que nada combina com nada.

Depois de inúmeras viagens a trabalho ou a passeio, resolvi fazer uma lista do que você NÃO deve fazer quando estiver arrumando a sua. Confira!

1. Deixar para a última hora

A pressa é inimiga da perfeição. Quando deixamos para fazer a mala na última hora não conseguimos organizar o que queremos levar e, na maioria das vezes, levamos mais coisas do que vamos precisar.

Separar as roupas antes de colocar na mala permite que você tenha uma visão geral do que vai levar. Além disso, evita colocar roupas em excesso ou que não combinam entre si.

2. Não experimentar as roupas antes

Não sei vocês, mas meu peso se altera diariamente (risos). Sugiro que prove as roupas antes de colocá-las na mala, assim, vai evitar a frustração de, ao tentar colocar aquele vestido, o zíper não fechar…

3. Não colocar os líquidos em saquinhos

Quem nunca abriu a mala e se deparou com as roupas molhadas com algum líquido que estava carregando?

Sugiro checar se os frascos contendo líquidos estão todos bem fechados e colocá-los em saquinhos, pois, caso vazem, suas roupas estarão a salvo.

  • Se você trouxer vinhos ou outras bebidas do exterior, não deixe de embalá-los com as proteções apropriadas. Nas lojas de vinho, você pode comprar embalagens que, além de impedir o vazamento, ainda contém os cacos de vidro em caso de quebra da garrafa! Isso já me salvou uma vez!

4. Exagerar nas quantidades de produtos

Com certeza, você não vai precisar de um vidro cheio de shampoo ou de condicionador, por exemplo. Procure levar aqueles kits de frascos de viagem, o que deixará sua mala mais leve e com mais espaço. Além disso, se acabar, você sempre pode comprar um onde estiver!

  • Isso pode não valer a pena se estiver em resorts ou hotéis longe do centro, pois poderá ter que pagar muito caro para repor o que acabou.

5. Não checar a temperatura no destino

Perca alguns minutinhos verificando a previsão do tempo no seu destino. É claro que é apenas uma previsão, mas não faz sentido, por exemplo, levar um casaco de neve, que ocupa muito espaço na sua mala, para locais com temperaturas amenas.

6. Não colocar uma peça extra na mala de mão

Você já teve sua mala extraviada? Se isso já ocorreu com você, tenho certeza que desejou muito ter uma peça de roupa e itens básicos de higiene na mala de mão.

7. Achar que vai mudar seus hábitos na viagem

Se você não passa creme no rosto todos os dias, não pense que, durante a viagem, vai usar todos os cremes que nem abriu durante o ano. Se não costuma secar o cabelo, não imagine que durante as férias vai aprender a fazer cachos.

Ou seja, o que você não faz em casa dificilmente começará a fazer durante a viagem.

A sua mala, portanto, deve refletir os seus verdadeiros hábitos.

8. Levar sapatos novos e em grande quantidade

Muitos sapatos desnecessários
Muitos sapatos desnecessários

Nunca, nunca, mas nunca mesmo, leve um sapato novo para viajar. Você vai andar muito! Por isso, seu sapato precisa ser confortável e já estar devidamente amaciado.

Além disso, a menos que esteja viajando a trabalho (e ainda assim é possível otimizar), você não precisa levar um sapato para combinar com cada roupa. Leve um tênis, uma sandália e um chinelo. Tenho certeza que será suficiente.

9. Levar roupas que amassam facilmente

Embora alguns hotéis tenham ferro de passar disponível, evite levar roupas que amassem. Nada pior que acordar e ter que perder um tempão passando aquela blusa ou não poder usá-la porque está muito amassada.

10. Não organizar as roupas dentro da mala

Existem várias técnicas para dobrar as roupas para coloca-las na mala. Eu, particularmente, acho que colocar tudo na forma de rolinhos otimiza o espaço e amassa menos as roupas.

Recomendo, também, utilizar na sua viagem a mala de dois compartimentos. Aquela com zíper no meio, sabe? Nela, você pode separar e organizar melhor as roupas e não precisa desmanchar a mala sempre que tiver que encontrar uma peça ou outra. Em verdade, quanto mais compartimentos tiver a mala, melhor.

11. Não levar peças neutras

Leve peças neutras e que combinam entre si. A dica é incluir 2 ou 3 peças de cima para cada peça de baixo. Uma dica é preparar antecipadamente os joguinhos de roupa que irá usar.

12. Não deixar espaço livre na mala

Mala com espaço livre
Mala com espaço livre

Nunca encha sua mala. Você com certeza vai querer comprar alguma coisinha de lembrança e precisa ter espaço para esses extras.

13. Não ter cuidado com o peso da mala

As companhias aéreas estão cada vez mais rígidas na checagem do peso das malas. Por isso, tome cuidado!

Já pensou em ter que se desfazer de alguma coisa ou gastar dinheiro para pagar um excesso de bagagem não planejado, durante o check-in?

Aquelas balanças de mala são baratas e não ocupam muito espaço. Tenha uma para chamar de sua!

14. Esquecer os adaptadores de tomada

Frustrante não poder se comunicar com os amigos ou tirar aquelas lindas fotos porque não conseguiu carregar o celular, não é? Muitas vezes os hotéis oferecem adaptadores, mas, já passei por situações em que o hotel não tinha ou todos já estavam emprestados!

15. Exagerar nos acessórios

Lembre-se que acessórios pesam muito e, a menos que você seja uma blogueira de moda, não há necessidade de ficar trocando-os toda hora.

16. Não levar em conta a cultura local

Isso é fundamental. Conheça a cultura local. Por exemplo, não adianta levar vários shorts para um destino do oriente médio, onde eles não são bem vistos pela população local.

17. Esquecer o cadeado

O cadeado de mala é uma proteção a mais. Se você fosse um ladrão e quisesse olhar o que há numa bagagem, preferiria tentar abrir uma mala com cadeado ou sem?

18. Não identificar a bagagem

Como achar a sua mala de viagem nessa multidão?
Como achar a sua bagagem nessa multidão?

Quem já teve a sua mala trocada na esteira de bagagem sabe a importância daquelas fitinhas amarradas na mala ou de qualquer coisa (uma capa, por exemplo) que possa evitar que alguém a pegue por engano.

19. Esquecer seu kit de primeiros socorros

Não se esqueça dos seus medicamentos de uso diário! Preferencialmente, eles devem estar na caixinha original; em quantidade compatível com a duração a viagem; e com receita médica.

Além disso, coisinhas básicas como um band aid podem salvar o seu dia!

20. Levar malas sem rodinhas

Antes de viajar, providencie uma mala com rodinhas. De preferência, procure aquelas com quatro rodinhas que façam movimentos em várias direções (circulares, para frente ou para trás).  Se a rodinha estiver quebrada, providencie o conserto. Rodinha é essencial!

É bem provável que você tenha que caminhar com a mala pelas cidades, usar transporte público ou se deslocar em estações de trem ou aeroportos transportando a bagagem.  Se não tiver rodinhas, você vai acabar fazendo musculação…

21. Levar artigos proibidos ou indevidos

Existem artigos que são proibidos na mala de mão, outros que não devem ser colocados na mala a ser despachada por razões de conveniência. Isso pode variar de lugar para lugar e depende do tipo de voo (doméstico ou internacional) que você estiver fazendo. Verifique as regras com a sua companhia aérea!

Nas viagens internacionais, eu costumo levar na mala de mão: notebook, câmera, documentos, dinheiro e uma pasta com as reservas de hotéis e as passagens aéreas ou de trem. Como falei anteriormente, uma peça adicional de roupa também é importante ficar na bagagem de mão. Todos eletrônicos vão na bagagem de mão e nada de cremes ou de líquidos!

Na bagagem despachada, eu costumo levar, além das roupas, os artigos de higiene, cremes, líquidos e remédios. Se, na viagem, eu compro alguma garrafa de vinho, ela vai na bagagem despachada devidamente acondicionada.

Resumindo…

Essas são as nossas dicas para você não errar ao arrumar a sua mala de viagem. Espero que sejam úteis. Se tiver alguma outra dica ou dúvida, deixe-a nos comentários.

Médica, 42, apaixonada por pessoas, sabores e novas culturas.

Escreva seu Comentário

Pin It