Em 2016, emendamos o feriado de Carnaval e passamos 7 dias incríveis em Portugal. Não foi nossa primeira experiência na terra dos descobridores, mas foi uma das mais marcantes.

Lisboa, sua capital, está entre nossos 5 destinos favoritos. É muito agradável cruzar o Atlântico e encontrar pessoas que além de falar a sua língua, são atenciosas, educadas, prestativas e sabem o que acontece no Brasil. Em Portugal, o turista brasileiro se sentirá em casa, talvez como em nenhum outro lugar no mundo, excetuando o próprio Brasil.

Portugal é uma opção de turismo com excelente custo-benefício. É um dos locais mais baratos da Europa Ocidental, com um leque de atrações que não deixam nada a desejar em relação às principais capitais europeias. Lisboa, além disso, dispõe de excelentes meios de transporte, o que permite que o turista visite as atrações, sem a necessidade de contratar excursões pela cidade.

Mapa do Metropolitano de Lisboa
Mapa do Metropolitano de Lisboa – Fonte (Maximilian Dörrbecker)

Nos hospedamos na capital portuguesa por 7 dias, utilizando-a como base para explorar também outras cidades.

Confira nossos relatos de viagem e monte o seu roteiro!

Relatos de Viagem a Portugal:
Dia 2. Belém: um bairro repleto de atrações em Lisboa
Dia 3. Conhecendo Alfama: um bairro tradicional de Lisboa
Dia 4. Um bate e volta a Évora: uma cidade histórica no Alentejo
Dia 5. Palácio Nacional d’Ajuda: um dos mais belos palácios de Lisboa
Dia 6. Um bate e volta a Porto: a cidade que deu origem a Portugal
Dia 7. Oceanário de Lisboa: a atração n° 1 da capital portuguesa.

Do Aeroporto até o Hotel

Chegamos em Lisboa num domingo.

  • No Aeroporto de Lisboa, já adquirimos um chip (SIM Card) da operadora Vodafone, com chamadas e internet. Paguei 30 Euros pelo chip com direito a usar 5 GB de Internet e 5 Euros para ligações telefônicas. Não é barato, é verdade, mas, ter um celular habilitado em Portugal nos quebrou um galho, especialmente, para solicitar corridas do Uber e para entrar em contato com os outros companheiros de viagem.

Usamos o metro para ir do Aeroporto até o Hotel. No próprio Aeroporto, há uma estação de metrô (Aeroporto) que é a última da linha Vermelha e a nossa estação era a primeira (São Sebastião).

Cartão Viva Viagem
Cartão Viva Viagem (fonte: scotturb.com)

É importante adquirir o Cartão Viva Viagem e carrega-lo com créditos, pois este cartão permite que você o utilize em diversos meios de transporte de Lisboa, tais como, ônibus, trem, metrô e barco.

  • Scam: Sugiro que evite utilizar taxis no Aeroporto de Lisboa. É um local típico de scams de turistas. Eles apagam ou escondem os taxímetros e cobram do cliente o valor que querem. Dê preferência ao Uber, mas não o pegue em locais em que há concentração de taxistas.
Aerobus
Aerobus (fonte: visitportugal.com)

Outra opção de transporte é usar o Aerobus. Um serviço de ônibus entre o Aeroporto e os principais hotéis de Lisboa. Os ônibus dispõem de compartimento para transporte de bagagens e informam aos clientes as paradas. Há duas linhas, sendo a primeira destinada ao City Center (com maior frequência) e outra destinada ao Financial Center.

O ticket Aerobus Pass 24h Adulto custa 3,50 Euros. Há bilhetes de Grupo a partir de 4 pessoas por 2 Euros por pessoa. Para saber mais, clique aqui.

Sana Reno Hotel

Nos hospedamos no hotel Sana Reno Hotel, que fica ao lado da estação de metro São Sebastião. Pagamos 400 Euros por 7 diárias para o casal com café da manhã (aprox. 57 Euros a diária).

Os quartos são bons e limpos. O hotel fornece Internet Wifi gratuita. Está bem localizado, próximo a duas linhas de metro e próximo ao El Corte Inglés, uma loja de departamentos imensa, com 12 andares, e que mais se parece com um Shopping Center. Além disso, está próximo ao Museu da Fundação Calouste Gulbenkian.

Confira nossa avaliação completa do hotel, clique aqui.

Dia 1. Uma caminhada por Lisboa

Parque Eduardo VII
Parque Eduardo VII

O primeiro dia foi de reconhecimento da cidade. Fizemos uma caminhada do hotel até o calçadão da Rua Augusta, passando pelo Parque Eduardo VII (não muito longe do hotel) e pela Avenida Liberdade, uma das mais famosas de Lisboa.

Uma parada na Baiana Pastelaria para um café. Teve quem provasse uma Torrada, Misto Quente e, ainda, o “Prego no Pão”, um pão com carne. Tudo estava muito bom.

Depois de passar pelo Rossio e pelo calçadão da Rua Augusta, resolvemos retornar para o hotel de metrô.

Sr. Vinho

Sr Vinho
Sr Vinho

À noite, fomos jantar no típico Sr. Vinho, na Lapa, com apresentações de fado a partir de 21:30hs. São 3 apresentações curtas de cantoras diferentes.

A comida estava deliciosa, pelo menos, o meu Bife ao Vinho, mas a conta foi de 422 Euros para 10 pessoas (aprox. 42 Euros por pessoa), o que é caro para os nossos padrões. O couvert custa 12,50 Euros por pessoa e inclui o show. É necessário reservas.

Sr Vinho
Sr Vinho

Uber X em Lisboa

Fomos e voltamos do Hotel ao Restaurante de UberX, cujo serviço é excelente em Lisboa. O preço foi de aprox. 5-7 Euros, mais barato que o taxi. É demorado chegar ao Sr. Vinho usando transporte público, não há estação de metrô próxima.

No dia seguinte, fomos conhecer o Belém, um bairro de Lisboa repleto de atrações. Até lá!

Author

Apaixonado por viagens e por fotografia. Começou a descobrir o mundo há 10 anos e já visitou 71 países. Gosta de caminhar a esmo pelas cidades mundo afora, observando as pessoas, as comidas, as construções e a arquitetura. É formado em Engenharia e Direito.

Write A Comment

Pin It