Viajar nos permite conhecer paisagens, povos e culturas, e, com certeza, também nos presenteia com deliciosas experiências gastronômicas. Em nossas viagens a Istambul, na Turquia, há um restaurante que nunca fica de fora do roteiro: o Old Ottoman Cafe & Restaurant. Geralmente, não costumamos repetir restaurantes em nossas viagens, mas esse, com certeza merece!

O restaurante fica localizado no bairro de Sultanahmet, uns 5 a 8 minutos de caminhada da Hagia Sophia. Sua fachada é simples e você não encontrará nenhum garçom na rua tentando convencê-lo a entrar no estabelecimento! Eles não precisam disso.

Entrada e Mesas Externas do Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul, Turquia
Entrada e Mesas Externas do Old Ottoman Café & Restaurant

O interior do restaurante é muito agradável e acolhedor. Além da comida, que falarei depois, a simpatia e atenção dos garçons, durante toda a refeição, com certeza merece destaque.

O proprietário também vai à mesa,  explica o cardápio e dá sugestão de pratos e vinhos. Confie! Não tem erro!

Menu dos Pratos da Cozinha Otomana, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Menu dos Pratos da “Cozinha Otomana”

Os valores são extremamente justos pelo atendimento e qualidade da comida.  Com a desvalorização da Lira Turca (THY), os preços dos pratos ficaram ainda mais baratos. Um prato de 50 liras, por exemplo, custa em torno de R$ 33,00. Entretanto, é bom trocar seus dólares ou euros, pois eles só aceitam pagamento em dinheiro.

O que é Culinária Otomana?

A Culinária Otomana traz à nossa mesa a comida que era servida nos palácios, para os sultões do Império Otomano, que durou do século XIV até o final da I Guerra Mundial (século XX). O nascimento dessa culinária ocorreu na antiga Constantinopla, atual Istambul, o grande centro político do Império.

No seu auge, o Império Otomano ocupou, além do território da atual Turquia, uma vasta área do Oriente Médio, dos Balcãs e do norte da África. Nesse contexto, não é de se espantar que a culinária otomana seja uma rica fusão de várias culturas e cozinhas. Ingredientes eram trazidos de todos os cantos do Império e, até mesmo, do Novo Mundo (Américas) recém-descoberto pelos Europeus.

Não havia salas de jantar e mesas de jantar nos palácios otomanos. Os alimentos eram consumidos no chão dos palácios, mansões ou nas casas dos habitantes locais. Os Alimentos do Sultão eram geralmente feitos em cozinhas especiais (Kuşhane) e os alimentos eram apresentados pelo provador-chefe e trazidos ao Sultão em bandejas (Fonte: Being a Tourist in Turkey).

Interessante mencionar que os chefes eram trazidos de várias partes do Império para criar e experimentar diferentes ingredientes (exóticos ou não), experimentar texturas, e inventar novos pratos. Antes de serem contratados, esses chefs eram testados através do preparo de um prato simples: arroz. (Fonte: Wikipedia).

Os pratos de carne eram muito consumidos e a carne de ovelha era a preferida. Além da carne de ovino, consumia-se também cordeiro e cabra. Manteiga, canela e muitas ervas eram usadas na comida otomana. Frutas também eram usadas em muitos pratos. A ameixa, por exemplo, era frequentemente usada em pratos de carne. A culinária otomana também dispunha de uma grande variedade de sobremesas.(Fonte: Turkish Airlines).

Mutancana, Culinária Otomana
Mutancana, Culinária Otomana (créditos: Garrett Ziegler, CC BY-SA 4.0)

Seguem alguns pratos típicos da culinária otomana (fonte: The Wing’s Hotel):

  • Dolma de Melão (Melon Dolma): é um dos pratos exóticos da culinária otomana. Inclui cordeiro, arroz, especiarias, amêndoas, pistache e groselha. Os ingredientes são colocados no melão e assados no forno. Veja aqui a foto do prato.
  • Milk Kebab: prato composto de leite e kebab. A carne de ovelha ou cordeiro é deixada em repouso por muito tempo. Fervia-se a carne no leite e colocava-se leite quente enquanto cozinhava no espeto. Veja aqui a foto do prato.
  • Mutancana: prato de 1539 preparado cozendo cordeiro, damasco, chalota, uvas vermelhas, mel e amêndoas em um ensopado. Foi um dos principais pratos do Palácio de Topkapi (foto acima).
  • Fodula: era um pão de centeio recheado com carne bovina, feito de massa fermentada e fácil de cortar. O prato é de 1481. Veja aqui a foto do prato.
  • Mahmudiye: era o prato favorito do Sultão Mahmud II e, em razão disso, recebeu esse nome. Mahmudiye, é um frango ensopado aromatizado com amêndoas, damascos, passas, mel, canela e suco de limão. Apareceu pela primeira vez numa festa no Palácio de Edirne em 1539. Veja aqui a foto do prato.
  • Akike: é um prato elaborado com carne de carneiro, toucinho, iogurte, canela e vários temperos cozidos numa caçarola com goma de aroeira. Esta mistura, que é bastante estranha, foi um dos pratos mais populares da cozinha palaciana. Veja aqui a foto do prato.
  • Pastry Dörüzziyafe Meatball: o frango, a carne bovina e a carne de cordeiro são cozidos juntos. Depois de cozinhar as carnes, são adicionado amendoins, ovos e vários temperos.

Com a fundação da República da Turquia (1923), a cozinha otomana teria caído no esquecimento e só recentemente renasceu, estando presente em vários restaurantes de Istambul. A propósito, os cozinheiros tiveram que procurar livros de receitas otomanas em sebos. Esses livros ainda estavam escritos em língua otomana com caracteres árabes (Atatürk promoveu a reforma da escrita após a fundação da República).

Hoje, a culinária otomana tem grande influência não somente na culinária Turquia, mas na culinária da Grécia e dos países Balcãs.

Sinceramente, não sei até que ponto os pratos do Old Ottoman Cafe & Restaurant seguem as receitas da época ou se efetivamente faziam parte dos banquetes dos sultões ou ainda da culinária popular. De qualquer forma, os pratos são deliciosos!

Como foi nossa experiência?

Visitamos esse restaurante em 2015 e em 2018, no jantar, e, no almoço, respectivamente. Nas duas oportunidades, fomos atendidos com a costumeira simpatia dos garçons. Não foi necessário fazer reserva.

Vinho da Uva Öküzgözü, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Vinho da Uva Öküzgözü

O proprietário do restaurante veio nos atender e indicou um vinho fantástico e quatro pratos deliciosos. O vinho era da uva Ökügözü, uma variedade típica na região da Anatólia, na Turquia.

1. Entrada

Enquanto aguardávamos os pratos principais, foi-nos servido um delicioso pão e as fantásticas e bem temperadas azeitonas gregas.

Entrada, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul, Turquia
Entradas:  pão “sírio” e azeitonas pretas

2. Pratos Principais

O restaurante possui um extenso cardápio de “pratos da Culinária Otomana”. Na maioria dos casos, a proteína é o cordeiro. Eu particularmente acho o sabor dessa carne muito forte e evito comer. Mas, dessa vez, a mistura dos diversos temperos era tão marcante, tornando os pratos deliciosos, que fiquei com até vontade de repetir.

Abaixo os pratos que provamos em nossas duas visitas:

Old Ottoman Specialty

Nem deu tempo de tirar a foto desse prato. Acabamos com ele antes. Trata-se de um prato típico com cordeiro em pedaços em um molho branco delicioso que não consigo precisar os ingredientes.

Old Ottoman Specialty, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Old Ottoman Specialty

Oriental Clay Pot Kebab

Esse prato é uma atração à parte. Os ingredientes são colocados em uma cumbuca de cerâmica, coberta com papel alumínio. É levada ao fogo na frente do cliente. Quando está pronta, o recipiente é quebrado com uma espécie de faca e colocado diretamente no prato do cliente. Como todos os pratos, é uma explosão de sabores e temperos.

Ottoman Mousaka

É um prato um pouco mais familiar para os brasileiros, especialmente, de quem já foi ao Restaurante Acrópolis em São Paulo. Trata-se de uma mistura deliciosa de berinjela frita, tomate, cebola e carne. Também recomendo!

Ottoman Mousakka, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Ottoman Mousaka

Chicken Casserole

Para quem realmente não gosta do sabor do cordeiro, esse prato é uma excelente escolha. São pedaços de frango cozidos e muito bem temperados com diversas ervas, cebola,tomate e pimentões. Aprovado!

Chicken Casserole, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Chicken Casserole

3. Sobremesa

Ao final da refeição fomos surpreendidos com um mimo do restaurante. Uma sobremesa! E que delícia que estava. Trata-se de uma semolina com um sorvete. Me deu água na boca só de escrever.

Sobremesa, Old Ottoman Café & Restaurant, Istambul
Sobremesa, Old Ottoman Café & Restaurant

4. Chá de Maçã

E para finalizar a experiência, mais um agrado do estabelecimento. Um chá turco de maçã para facilitar a digestão.

Conclusão

Se for à Istambul, na Turquia, não deixe de visitar o Old Ottoman cafe & Restaurant. O atendimento é fantástico, a comida é deliciosa e o preço é justo e barato. Não sei se a comida era a mesma dos Palácios do Sultão, mas tenho certeza que você irá repetir a experiência!


Blogagem coletiva

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva do grupo Viagens por escrito. Não deixe de ler os demais posts com dicas de comidas pelo mundo!


Médica, 42, apaixonada por pessoas, sabores e novas culturas.

6 Comments

  1. Barbara Cortat Reply

    Menina, quase morri afogada aqui. A gente se apaixonou pela comida turca. Experimentamos alguns dos pratos que você citou e esse post bateu uma saudade enorme, além de fome!! Quando voltarmos a Istambul quero visitar esse restaurante também!

    • Luciana Mardegan Reply

      Nao tem coisa melhor q experimentar a culinária dos locais que visitamos!!! Istambul é um dos nosso ligares preferidos no mundo!

  2. Lu, que saudades que me deu da Turquia com esse post! Água na boca de lembrar desses sabores todos! Com certeza pretendo voltar a Istambul mais vezes e quero experimentar suas dicas! Beijos!

    • Luciana Mardegan Reply

      Mari, experimente mesmo! Nao vai se arrepender!!! Bjo

  3. É incrível como a culinária turca é bem parecida com a grega ne? Muitos dos pratos que mencionou possuem boa semelhança.
    Babei aqui e fiquei morrendo de vontade de experimentar!

Escreva seu Comentário

Pin It